O Perfume

10:00 Adriana Reis Andrade 0 Commentários



Olá!

Estou estreando esse novo espaço aqui no blog para falar um pouco desse mundo magnífico da perfumaria! E antes de fazer alguma resenha, é bom deixar bem claro O QUÊ É UM PERFUME?

Um bolo, por exemplo, nós colocamos farinha de trigo, leite, ovos... Um perfume nós colocamos óleos essenciais (naturais), matérias primas sintéticas, álcool, água, conservante, antioxidante... E em uma proporção equilibrada, podendo conter até mais de 1000 matérias primas, eis que surge O PERFUME:

O Perfume não é apenas um cheiro gostoso em um frasco bonito
PERFUMARIA é uma arte!

Toda fragrância evolui assim como uma sinfonia, possui início meio e fim! E através da pirâmide é possível compreender um pouco do comportamento da fragrância e quais são suas notas principais. Dividimos a pirâmide em três partes TOPO, CABEÇA ou SAÍDA, CORPO ou CORAÇÃO e FUNDO ou BASE.


Notas de SAÍDA, TOPO ou CABEÇA, como preferir, o primeiro momento que sentimos de uma fragrância, a primeira impressão que temos. As notas de saída são voláteis, mais leves, e normalmente são notas compostas por notas frutais cítricas e aromáticas. Hoje em dia, com as notas sintéticas, é possível sentir uma nota de couro ou amadeirada já na saída, assim como uma fruta ou flor no fundo. 

Mas em regras gerais são as notas mais voláteis que são sentidas no momento em que borrifamos a fragrância no ar, na pele ou na fita olfativa.


Notas que CORAÇÃO ou CORPO, são elas que carregam a tema central da fragrância. E é nesse momento em que podemos afirmar se gostamos ou não de uma fragrância. As notas de coração possuem características envolventes e de média tenacidade (duram mais tempo que as notas de saída) normalmente são compostas por notas Florais, Especiadas e Frutais.



E por último, a personalidade da fragrância, as notas de FUNDO ou BASE, elas que vão “segurar” toda a composição, acrescentando maior ou menor intensidade a todas as notas. São compostas por notas Amadeiradas, Ambaradas, Couro, Almiscaradas, Animálicas, Baunilha, Heliotropina... As notas são mais densas e de menor volatilidade.


A pirâmide é a maneira mais fácil de representar uma fragrância, mas só podemos dizer se gostamos ou não de uma fragrância quando usamos na pele, no caso de um perfume, ou a utilizamos no ar, no caso de um aromatizante de ambiente. 

Espero ter ajudado e introduzido da melhor maneira vocês nesse magnífico mundo da Perfumaria.

0 comentários: