Christopher Lee Barish – O livro maldito

10:00 Milena Cherubim 1 Commentários




Em uma outra vida me indicaram esse livro e disseram que ele era muito divertido. Juro que não vi graça nenhuma. Ele pode ter funcionado para os leitores norte americanos, pra mim não foi divertido e nem uma leitura “educativa” de saber até onde vai a maldade humana.

Christopher Lee Barish traz situações para você se safar ou mesmo causar estragos.

Os capítulos são baseados em duas categorias, para picaretas e para criminosos.

Vejam alguns tópicos da seção picareta:

Como conseguir remédios de uso controlado
Como fazer coquetel molotov
Como ter outro nome
Como escapar de um perseguidor
Como contar cartas
Como roubar no pôquer
Como não limpar o cocô do cachorro
Como embelezar o currículo
Como forjar a própria morte

Já na seção para criminosos temos:

Como entrar para a máfia
Como falsificar dinheiro
Como ser bígamo
Como fugir da prisão
Como assaltar um banco

E por ai vai... essa foi uma leitura desnecessária, de verdade. Eu realmente achei que eu daria muita risada, que fosse parecido com os livros Escola do James Patterson ou Diário de um Banana de Jeff Kinney.

Este é um livro que não recomendo, mas a vida é assim mesmo... Às vezes nos enganamos com os livros, beijos e até a próxima!


SERVIÇO:
Título:  The book of bad
Autor:  Christopher Lee Barish
Tradutor: Gabriel Zide Neto
ISBN: 978-85-7684-541-6
Assunto:  Crime e criminosos
Páginas: 176
Editora: Best Seller – Grupo Editorial Record
Nota: 1/5


Sinopse: Trocar de nome para nunca ser pego pelos agentes da lei, driblar o segredo de um cofre, fazer ligação direta em qualquer carro e saber o passo a passo de como assaltar um banco com perfeição são apenas alguns dos macetes que Christopher Lee Barish compartilha para você se tornar um cara mau de verdade. Se todos os picaretas que estão por aí tivessem a chance de ler O livro maldito, jamais teriam suas fotos nas páginas dos cadernos policiais ou terminariam seus dias mofando na cadeia, promete o autor com ironia. 

Um comentário:

  1. Oi, Mi.
    Que chato ter feito uma leitura ruim assim!!
    Bom saber que o livro é assim para nunca chegar nem perto!! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir