Kiera Cass – A Sereia

10:00 Milena Cherubim 2 Commentários


Oi amores, como vocês estão? Eu estou bem corrida. Trabalhando muito na livraria, em casa e sobrando pouco tempo para ler, assistir filmes e séries e ir ao teatro e exposições então? Sem comentários.

Essa vida de trabalhar em livraria é complicada. Para quem não sabe, há quase dois meses fui contratada pela Livraria Leitura de São Bernardo para fazer uma coisa que gosto muito, eventos! Fora isso faço também a parte administrativa de departamento pessoal e atendimento ao cliente. É uma delícia, todavia muito cansativo. Mas não posso reclamar não.  A única coisa ruim é que não tenho mais finais de semana livre. Trabalho de domingo a domingo.

E por conta disso não vejo mais meus amigos, a não ser nos dias de folga. O bom é que quem quiser ir me visitar em São Bernardo será muito bem vindo!

E para terminar esse assunto pessoal no meio de uma resenha... (Onde você estava com a cabeça, Milena?????). Ah gente, me dê um desconto, só consigo falar com vocês assim rsrs. Como eu disse, lá na Livraria eu sou a coordenadora de eventos e sendo assim eu criei um clube do livro.



O primeiro livro escolhido foi “A Sereia” da Kiera Cass. Ai você vai me perguntar o porquê da escolha desse livro. Bem, não sou fã da Kiera. Nunca li “A Seleção”, mesmo tendo o primeiro livro autografado que ganhei da Samantha Abreu e o segundo que ganhei da Camila Mazzetto. A autora é uma fofa, muito simpática, atenciosa com seus fãs e com quem estava na fila para autógrafo. Mesmo doente ela autografou todos os livros. E vi que na livraria as vendas estavam legais, ai aproveitei e peguei para ler e fazer o clube.

Bem, o livro é bom. Acredito que a faixa etária dele seria para adolescentes de 13 a 17 anos. O enredo é gostoso de acompanhar, mesmo sabendo como iria terminar o caminho que a Kiera fez ficou muito divertido.

A dualidade entre o certo e o dever é bem presente. A mensagem que o livro passa está muito atual. E a originalidade do conto das sereias para mim foi muito bem trabalhado. A autora escreve uma breve carta aos seus fãs brasileiros dizendo que esse foi o primeiro livro dela efetivamente e por isso espera que ele seja bem recebido. Eu achei a história ok. Vamos para o enredo?

O livro é feito como um relato em diário. Kahlen narra sua história desde o momento de sua “morte”. Não, isso não é spoiler rs Vamos lá! Kahlen e sua família estavam em um cruzeiro há mais ou menos uns 80 anos atrás e de repente escuta uma canção linda. Sua mãe, seu pai e todos os tripulantes do navio estão indo como zumbis para o convés e tchibum. Todos vão parar no fundo do mar. Mas Kahlen não quer morrer. Ela é jovem, tem apenas 18 anos. Ela pede socorro e escuta uma voz em sua cabeça “o que você faria para sobreviver?” a resposta “qualquer coisa”.

Gente para tudo. Como assim?????

  • Primeiro: Uma voz fala na sua cabeça e você responde qualquer coisa sem nem ao menos questionar???? Ok, ok, eu sei, eu sei...
  • Segundo: você não acha estranho estar morrendo afogada e ‘alguém’ falar na sua cabeça?
  • Terceiro e não menos importante: COMO ASSIM????? O QUE VOCÊ VAI FAZER PARA SOBREVIVER?????


Quem tinha falado com a Kahlen? Por mais estranho que se pareça foi a Água. Isso mesmo, nesta história a Água tem vida própria, mas Ela não é um ser de corpo e sim apenas a forma fluída que conhecemos. Porém Ela tem fome. MUITA fome.

Ai caro leitor do Memories você deve estar me achando chata pra p@#$%, essa não é minha intenção. Contudo acredito que tenho que passar meu relato como venho fazendo nesses seis anos de blog.

O que a água come? Ela se alimenta de homens, mulheres, crianças... o ser humano em geral. Como? Por naufrágios. Suas sereias cantam e provocam desastres.

E nossa protagonista tem crises com relação a isso. Viu? Por isso você não pode aceitar nada de estranhos sem saber corretamente o preço que será pedido. Primeira lição, aprendida com sucesso desde os 8 anos quando vovó me ensinou rs.

Mas ela aceitou e precisa conviver com isso por 100 anos servindo a Água. Trazendo vítimas para saciar sua fome. Ela e mais três mulheres (suas irmãs) aceitaram esse trabalho.

Só que nada fica imutável. Faltando 19 anos para cumprir seu destino e finalmente ficar livre, Kahlen conhece um garoto. Sim! Tem que ter um amorzinho rsrs Elas não podem falar, pois se o fizerem as pessoas que escutarem sua voz vão direto para a água.
Mas Milena, quem é esse garoto? Kahlen gosta muito de ficar na biblioteca, sentada debaixo de uma árvore lendo e sendo uma menina invisível. Até que Akinli (nome horroroso, mas ok) ele viu essa sereia, mas foi de uma forma diferente. Ele realmente a viu. A comunicação entre os dois era apenas por sinais e escrito.

Como um relacionamento assim pode dar certo? Não pode. Como será que foram esses tempos com o Akinli? O que será que aconteceu? Pra isso você terá que ler e depois se for de São Paulo ir na Leitura no sábado discutir comigo e com o pessoal!

Um ponto bacana que achei foi a criação do vestido das Sereias. Quando as meninas caem no mar o sal vai incrustando em sua roupa e vai transformando-a em um vestido magnífico. Com as cores que são encontradas no oceano. Azul, areia, coral, amarelo entre várias.

A história é bonita, triste, plausível e muito interessante para seu público alvo.

Nossa, essa resenha tem seis páginas no Word já senhorrrr. Me desculpem por ser longa, mas o livro precisava desse relato mais detalhado hehe. Para encerrar vou deixar a canção das sereias para você entender o que elas fazem:

Venha, lance o coração ao mar.
Sua alma se perde para outras salvar.
Beba-me até a exaustão.
Troque uma vida por milhões.
Venha logo, beba sim.
Beba e afunde até o fim.
Beba e afunde até o fim.
Você deixa de ser, para ser mais;
Todos precisam descansar em paz.
Entregue-se à Água com bravura,
Deixe o mar ser sua sepultura.
Venha logo, beba sim.
Beba e afunde até o fim.
Beba e afunde até o fim.

Bom é isso, espero que tenham gostado de ler minhas impressões e até a próxima!
Beijinhos

Série: Sereia
1. A Sereia
(no Skoob está falando que é uma série, mas ela fechou a história perfeitinha e não achei nada no site da autora)

SERVIÇO:

Título: The Siren
Autor:  Kiera Cass
Tradutor: Cristian Clemente
ISBN: 978-85-657655-93-0
Assunto: Ficção juvenil
Páginas: 324
Editora: Seguinte
Nota: 4/5
Estante: Skoob
 
Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

2 comentários:

  1. Oi MI!!! Não li este livro ainda, mas gosto da forma como a Kiera escreve, e assim que possível vou querer ler. Não vou participar do clube, mas estou aqui torcendo por voc~e, e você sabe.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi.
    Gosto muito da escrita da autora Kiera Cass e ela é uma fofa.
    Mas ainda tenho que terminar a série Seleção antes de me arriscar em outros livros dela! rs...
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir