Real

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Real
Autor: Katy Evans
Tradutor: Júlio de Andrade Filho
ISBN: 978-85-428-0177-4
Gênero: Ficção Norte-Americana
Páginas: 304
Editora: Novo Século
Nota: 4/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon







Sinopse: Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora do ringue. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de seu suor, levando toda e qualquer mulher que cruzar o seu caminho a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e REAL.

Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar.
O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.



Comentários:

Bonjour Anges!!

Hoje temos mais uma leitura quente na nossa “Pilha do Anjo”. Ou não tão quente e mais complexo... Hoje não teremos algo erótico e sim um romance Adulto. Essa é uma série de livros para deixar as leitoras de cabelo em pé. A série Real envolve lutas, suor e drama num embrulho sexy e estimulantemente irresistível.


Brooke Dumas é uma jovem de 24 anos, linda com seus cabelos longos e retos da cor de mogno e olhos cor de mel. Diferente de Nora, sua irmã três anos mais nova, Brooke não é romântica, nem sonhadora e tem passado um longo tempo de celibato auto imposto. Mesmo na época em que estava sexualmente ativa, Brooke ainda era mais tranquila, pois sua vida era treinar para chegar ao Jogos olímpicos como corredora. Mas esse sonho lhe foi roubado por duas lesões no mesmo joelho. E assim, a jovem viu todo seu esforço, os encontros que não teve pois se dedicava aos treinos, os passeios que deixou de fazer para não se machucar, as bebidas que não tomava, tudo, absolutamente tudo o que investiu indo por agua abaixo. E foi então que ela mudou de profissão.

Recém-formada como fisioterapeuta, Brooke se especializou em reabilitação esportiva, pois queria ajudar a outros esportistas e se recuperarem e voltarem aos sonhos das competições. Ela tinha acabado de completar o estagio numa clinica. Grana curta e a ânsia de conseguir um bom emprego, Brooke nem imagina que ao seguir sua melhor amiga, Melanie, para um clube de lutas clandestinas iria colocar sua vida de pernas para o ar.

Melanie, assim como todas as mulheres presentes no clube de lutas em Seattle, estava louca de tesão pelo melhor lutador do lugar: Remington “Arrebentador” Tate. Dono de um bronzeado matador, com um sorriso de menino e corpo de homem (com direito a covinhas), cabelos pretos, maçãs do rosto fortes, lábios vermelhos e inchados... enfim, uma maquina tanto pra luta quanto pro sexo.

Assim que Remy – o “Arrebentador – põe os olhos em Brooke há uma forte ligação. E essa ligação faz com que ele termine uma luta o mais rápido possível para seguir Brooke e descobrir seu nome e forma de contato. É um começo mega surreal e explosivo. Olhares devastadores que mexem com a cabeça de Brooke a ponto de fazê-la desejar sair do celibato e recuperar o tempo perdido em apenas uma noite com Remy.

Quando Remy envia para ela ingressos para que assista a sua próxima luta, Brooke tem a plena certeza de que terminará aquela noite na cama do lindo lutador. E após a luta, quando os dois homens de preto vem até ela para leva-lo ao quarto de hotel de Remington a excitação vai às alturas... Só pra receber um balde de água fria com pedras de gelo ao falar com o homem: ao invés de uma tórrida noite de amor, Remy oferece a ela um emprego temporário como sua especialista em reabilitação.

Frustrada sexualmente mas enxergando uma ótima oportunidade de crescer em sua recente carreira, Brooke aceita o trabalho e começa a viajar com Remy e sua equipe. E como todo bom romance erótico começa a conhecer o homem e acaba se apaixonando loucamente por ela. E tudo seria simples se não fosse pelo segredo que o lutador guarda.

Eu curti muito essa leitura. Apesar de ser um livro padrão do gênero, gostei muito da forma como o drama central foi trabalhado. A autora vai deixando leves pistas, sutis avisos do que irá rolar e quando finalmente a bomba estoura fica mais interessante analisar as reações de cada personagem.

Além do drama, os personagens são daqueles que nos cativam muito rápido. Desde a amiga louca de Brooke, até Pete e Riley (o assistente pessoal e o segundo treinador) ganham espaço na trama, mas sem roubar o brilho dos protagonistas. Achei bem interessante a quase falta de sub-tramas no livro, o que o deixou bem objetivo e mais dinâmico.

Uma das coisas que mais curti foi a trilha sonora inserida na história. Brooke e Remy muitas vezes se comunicam através das letras de musicas, e a autora escolheu um repertório fantástico que conta com “Íris” dos Goo Goo Dolls, “I Love You” da Avril Lavigne até “Como Away With Me” da Nora Jones entre outras musicas lindas. Vale a pena fazer a leitura enquanto se ouve as musicas.

Outro detalhe que curti muito foi a narrativa em primeira pessoa. Brooke é uma protagonista que já vem com uma carga pesada por conta de sua frustração com o sonho frustrado, é mais centrada e calma e ver como ela muda, se altera por causa de Remy, como ela se derrete sem se tornar melosa e insuportável é bem interessante. Mas, o que mais gostei disso é que a autora colocou um pouco sobre a bioquímica do corpo, mostrando como a personagem ama sua profissão e ensinando um pouco desse mundo cientifico para os leitores.

O livro é repleto de frases marcantes e momentos surpreendentes. Momentos em que xingamos até não aguentar mais, rimos com os personagens, nos emocionamos com as frases tocantes e, principalmente: nos apaixonamos mais e mais por Remy, e entendemos um pouco mais sobre seu mundo sombrio e até então solitário.

O ponto que achei mais falho foi a linguagem usada para as cenas quentes. É daquelas que tenta não ser tão vulgar e acaba provocando risos por ser ridícula. Isso foi meio broxante.

Um livro que prende o leitor até a ultima página e nos faz embarcar em um mundo de sentimentos novos e superação. Personagens carismáticos, engraçados, sofridos e apaixonantes, e um romance com uma química bastante explosiva fazem desse livro uma boa pedida. Recomendo!


0 comentários: