Cante Para Eu Dormir

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Sing Me To Sleep
Autor: Angela Morrison
Tradutor: Cintia Afarelli Pereira
ISBN: 978-85-61784-13-3
Gênero: Literatura Juvenil
Páginas: 358
Editora: Pandorga
Nota: 5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon







Sinopse: Cante Para Eu Dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bullying e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando à milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.



Comentários:

Bonjour Anges!!

Como estão as leituras? Hoje trago para nossa “Pilha do Anjo” um dos mais recentes lançamentos da editora Pandorga. Desde que li a sinopse estava mega curiosa com a experiência que essa leitura reservava. Uma leitura da qual estava muito ansiosa para começar. Primeiro por envolver o bullying. Passei por isso então sei o quão cruel podem ser as crianças e os adolescentes. Segundo por envolver musica coral, já tive minha fase, adoro musica e esse universo é como um imã pra mim. Então, quando vi a sinopse desse livro me apaixonei a primeira vista.


Beth não é bonita, tem uma deformidade física desde que nasceu e por conta disso é "A Fera" em Port High School, a escola onde estuda. Ela tem 17 anos e a única lembrança que tem do pai é o fato dele a ter chamado de feia e logo em seguida abandonado sua mãe. A única coisa que ela tem de belo é a voz, dom que puxou de sua mãe, dom pelo qual ela muito estima.

Beth tem um melhor amigo, Scott, um nerd que sempre foi franzino, que sempre esteve ao lado dela, mesmo que isso o fizesse sofrer mais que o normal na mão dos populares do colégio. Scott está começando a desabrochar, encorpar e começa a demonstrar seu interesse por Beth, interesse que existe desde a infância e ele sempre escondeu. Mas, Beth o vê apenas como amigo, apesar de se sentir afetada por ele.

O único momento em que Beth não pensa no dilema sobre o medo de estragar a amizade com Scott e o único momento em que consegue esquecer que é "A Fera" é durante os ensaios do grupo "Cantoras da Juventude Bem-Aventurada de Ann Arbor". Ela corta a cidade inteira para ir aos ensaios e simplesmente adora poder dar voz à varias peças gospels e pops. E é justamente em um desses ensaios que sua vida começa a mudar.

"Leve-me Para Casa" é uma musica difícil, e a solista do grupo, Meadow (uma linda loira, siliconada, rica e mimada), não consegue acertar a musica de jeito nenhum. Quando num surto de nervosismo a garota sai correndo do palco, Beth acaba mostrando a todos o dom que ninguém ainda havia notado, e ao soltar a voz acaba se tornando a solista dessa peça.

E como o Destino sempre dá uma forcinha, a versão cantada por Meadow que tinha sido gravada para a seleção para a Olimpíada de Coros, acaba sendo extraviada e, ao gravarem a nova versão com a voz de Beth, o sonho de irem para as Olimpíadas de Coros em Lausana, na Suíça, se torna realidade.

Meadow, longe de ficar chateada por não ser mais a solista, acaba adotando Beth como seu mais novo projeto pessoal e junto com sua mãe começam uma transformação na aparência da garota. Mas, mudar externamente não altera a autoestima e a confiança que Beth tem em si. Então, quando Derek, um dos solistas do "Coro de Rapazes do Amabile", se aproxima dela por ter se apaixonado por sua voz, a garota não consegue enxergar seu interesse.

Derek não desiste, sempre atencioso, educado, procura e provoca todas as oportunidades possíveis para se aproximar da garota. E, Beth acaba sendo abalada pelo jeito divertido e simpático do jovem e aprecia sua companhia, mas por conta de um comentário de Blake, amigo e companheiro de Derek no CRA, Beth acaba achando que Derek é envolvido com drogas... Mas, nem isso consegue fazer com que ela resista à atração que tem pelo jovem com olhar e voz de anjo.

Assim, dá-se inicio a um namoro à distancia. Derek mora em London, Beth em Port. Apesar de serem países diferentes são apenas 1h de carro, mas mesmo assim Derek não permite que Beth vá visita-lo. E não apenas isso, muitas coisas o rapaz não fala e isso atinge em fundo a insegurança e inexperiência da Beth.

Forma-se então uma espécie de triangulo amoroso. Scott não desiste da garota que ama desde sempre, tenta protege-la e ganha-la. Derek, mesmo afastando a jovem, acaba sempre voltando e a puxando para si. E Beth, não quer estragar sua única amizade da vida toda ao mesmo tempo em que não quer perder seu primeiro amor.

Mas, os segredos de Derek começam a pesar e Beth está cada vez mais desesperada. O que tanto o jovem cantor esconde? Por que ela não pode conhecer sua casa e sua família? Ela deve respeitar esse espaço ou lutar para desvendar esses segredos?

O livro é lindo. Cheio de poesia em cada letra de musica. E uma lição de amor. Uma lição que esse gênero literário sempre traz. Sua mensagem, além de alertar sobre alguns assuntos que poucos conhecem, principalmente em relação à genética, também nos faz pensar em qual seria nossa reação na mesma situação.

Esse livro tem a mesma mensagem de amor que “Como eu Era Antes de Você” da Jojo Moyes e de “A Culpa é das Estrelas” do John Green. Capaz de tocar a alma e modificar mais um pouco a visão de mundo do leitor.

Um romance puro, a superação e o encontro com o amor verdadeiro. “Cante Para Eu Dormir” é uma obra delicada, sensível e rica. Uma leitura doce e envolvente. Com certeza mais um pra lista de livros que todos deveriam ler ao menos uma vez na vida.


0 comentários: