Playboy Irresistível

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Beautiful Player
Autor: Christina Lauren
Tradutor: Felipe CF Vieira
ISBN: 978-85-7930-674-7
Gênero: Literatura Americana, Literatura Erótica
Páginas: 359
Nota: 4/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon








Sinopse: Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...

Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner?
Will ganha a vida assumindo riscos, mas a principio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... Até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... Inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.


Comentários:

Bonjour Anges!!

Hoje, para variar, é dia de mais uma leitura erótica na nossa “Pilha do Anjo”. E o escolhido da vez é mais um livro fruto da deliciosa parceria entre Christina Hobbs e Lauren Billings. Sim, estou falando de mais um livro da série mais irresistível do momento: Playboy Irresistível.


Dessa vez conhecemos Hanna Bergstrom, uma jovem de 24 anos, estudante de engenharia biomédica, viciada em trabalho e que por conta disso abortou toda sua vida social. Caçula de cinco irmãos, herdou do pai a obstinação e o amor ao trabalho, fazendo pós-graduação tendo como orientador o melhor da sua área ela é totalmente dedicada e não percebe como sua vida escorre por suas mãos.

Durante uma visita de seu pai e Jensen, o mais velho dos cinco irmãos Bergstrom, a jovem é colocada na parede em relação a esse alheamento todo e isso acontece em plena festa e se sentindo meio desafiada aceita a sugestão de seu irmão e liga para Will Sumner que é o melhor amigo de Jensen. Mas, ele não é apenas isso, ele é sua paixonite de adolescente e um homem que apenas a lembrança já atiça sua libido.

Com essa ligação há um reencontro dos dois depois de quatro anos sem contato nenhum. E eis que isso os faz ver os sete anos de diferença de idade entre eles de uma forma diferente. Por mais que tente Will já não enxerga Hanna apenas como a irmãzinha pequena e desajeitada, e Hanna consegue acha-lo ainda mais atraente do que na sua adolescência.

Como o Will é o típico cretino (e já ficou com sua irmã mais velha enquanto trabalhava para o pai delas), Hanna tenta deixar de lado o abalo que estar com ele provoca para pensar como a cientista que é e extrair dele a forma como os homens veem as mulheres e tentar se adequar para que tenha de volta sua vida social.

Will, nada mais é que o terceiro elemento na parceria de negócios dos cretinos que conhecemos até então. Seus melhores amigos, Bennett e Max contam os segundos até que ele se apaixone e pare de ser a “vela” do grupo. Então, em um de seus almoços semanais percebem que Will começa a mudar e é claro, eles não perdem a oportunidade de infernizar a vida dele com piadinhas. Como já sabemos, eles são mega cretinos.

E esse é o detalhe mágico desse livro: não é a mulher a primeira a se render e assumir estar apaixonada e sim o cretino em questão. Pois é, mesmo tendo uma inocência gigantesca e quase nada de experiência, quem se nega a aceitar qualquer coisa mais profunda é Hanna e isso destroça o coração de Will, que aceita o que vier dela apenas pra poder estar perto dela. 

E sério, com todos que conversei que já leram esse livro a opinião é unanime: esse é o livro mais fofo da série até o momento. Por tratar de toda a descoberta emocional e física para os dois, por Will se mostrar entrando na fase em que as coisas fáceis já não o agradam mais e Hanna por começar a se descobrir como mulher é impossível não torcer por esse casal.

A narrativa continua simplesmente fantástica. Esse é daquele tipo de livro que você quer ler apenas mais um capitulo e quando viu já leu dez capítulos e nem percebeu. Além de mega envolvente, acompanhar a interação dos outros cretinos com os protagonista é mega atrativo. E as mulheres atuando como a razão para conciliar o casal atual foi uma boa sacada.

Como Hanna não tem um filtro entre o cérebro e a boca os diálogos entre os protagonistas são hilários e bem safados também. E isso ajuda a leitura ser ainda mais rápida e prazerosa.

Foi muito gostoso acompanhar Will saindo na fase de amantes sem compromisso e sossegando, pensando em filhos e casamento e saindo da sua zona de conforto e arriscar tudo o que podia pelo relacionamento com Hanna.

Assim como foi gostoso acompanhar Hanna se descobrindo como mulher e amadurecendo, conhecendo seus próprios gostos e sua natureza romântica. E lutando para reconhecer e aceitar o que realmente queria.

Playboy Irresistível é um livro delicioso, leve, romântico e quente. Um prato cheio para as amantes do gênero hot e românticas incorrigíveis. Eu super recomendo mais essa aventura dos cretinos mais sexies do mundo literário.


0 comentários: