Ousadia

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Autor: Vanessa de Cássia
ISBN: 0
Gênero: Literatura Brasileira, Adulto
Páginas: 859
Editora: Independente
Nota: 5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon

Sinopse: Tudo estava perfeitamente sob controle...

Eu realmente estava muito feliz ao lado do meu doce marido. Eu, uma psicóloga que conquistara devagar meu espaço e tinha minhas decisões sob controle. Achava minha vida perfeita. Do que mais precisava? De nada. Até encontrar o perigo ao lado...
Às vezes, o proibido é de dar água na boca...
Ele, aparentemente, era bem-sucedido, misterioso, inteligente. Quando meus olhos focaram àquela beleza masculina, sufoquei. Mas, respirei fundo e alertei a mim mesma: ele é meu paciente! Contudo, quando abriu a boca para dizer seu real motivo de estar em meu consultório, tudo vibrou violentamente; revirando meu ser, mudando minha alma. Eu me desconheci, mas, estava disposta a entrar nesse jogo. E isso se tornou minha obsessão a ajudá-lo...
Descobrindo uma nova faceta da vida...
Ele era perigoso... Como eu nunca tinha visto esse lado? O amor me cegou de uma forma terrível... Ele é um monstro com rosto de anjo! Como podemos nos enganar com belas fachadas que, com o tempo nos mostram como podem esconder grandes perigos!

Comentários:

Bonjour Anges!

Hoje é dia de leitura nacional aqui na “Pilha do Anjo” e mais uma vez é uma leitura extremamente quente. E além de todo o fogo, uma leitura em que o suspense, a superação e o amor predomina em cada letra. Esse já é o quarto livro que leio da ruiva tatuada Vanessa de Cássia e tenho o imenso prazer de novamente dividir a experiência com vocês.


 “Ousadia” como o próprio título já dá a entender é um livro ousado. Pra quem não sabe, ousadia segundo o dicionário Aurélio significa atrevimento, audácia, coragem... E essa é a essência dessa obra.

Somos então apresentados há alguns personagens que no decorrer da trama vão se infiltrando em nossa mente, nos fazendo rir, chorar, amar, odiar, suspirar e mais uma gama muito louca de sentimentos.

A protagonista é Isabela Kurtz. Uma loira linda. Uma mulher calma. Casada há dois anos com Bento, um cirurgião lindo, o marido perfeito. É psicóloga, tem um belo consultório onde recebe pacientes muito interessantes. Sua vida é calma, tranquila e está toda em controle, ou isso era o que ela queria acreditar. Após alguns encontros ocasionais com um belo desconhecido, alguns desejos começaram a se despertar em seu interior e isso abriu seus olhos. Será que toda aquela tranquilidade a fazia MESMO uma pessoa feliz?

Eric Munhoz. Seu nome do meio com certeza é “Ousadia”. Lindo, bem-sucedido, é um tesão ambulante. Se ele olhar para uma mulher e ela o agradar não demora muito para que ele dê o bote. Mas, por debaixo de toda essa luxuria se esconde uma alma atormentada por uma dor que modificou toda a sua vida. E somente o encontro com a pessoa certa pra curar essa ferida.

Ele. Sim, simplesmente “Ele”. É o maior suspense de todo o livro. Quem está por trás dos capítulos em que Ele narra? Ele é um demônio sobre a terra. Seu passado negro moldou um adulto sem escrúpulos, com a alma ruim e o desejo de infringir a dor que sentiu em outras pessoas. É um dominador frio, cruel que se diverte em destruir o físico e os sonhos das mulheres que caem em suas garras. Mas, o que realmente aconteceu com Ele para que agisse assim?

Os capítulos são extremamente curtinhos, mas tem tanto conteúdo que parece que cada um tem umas 100 paginas. Por serem bem objetivos, eles conseguem um efeito mais direto. Cada capítulo foi narrado por um personagem, entre a Isabela, o Eric e o “Ele”. E TENHO que falar, meus capítulos favoritos foram narrados pelo Eric. Ele é sensível, intenso, profundo... Foi nos textos dele que mais chorei ou suspirei.

Já nos capítulos em que “Ele” narrou, o meu sentimento era uma mescla de raiva, ódio e desejo de vingança. A autora com certeza deve ter morrido de rir com alguns dos meus comentários, onde eu inseria meus desejos sanguinários à esse personagem. E com certeza uma das frases que mais marcou isso foi “A Vingança vem à Galope”. E tenho que dizer... Veio mesmo...

Fora o trio principal, há personagens que com certeza nos chamam a atenção por seu carisma. Naomi é a primeira de quem tenho que falar. Uma negra linda e completamente ousada. É a melhor amiga de Isabela, é também quem mais instiga a protagonista a mudar de atitude. Com Naomi nunca há tempo ruim, sua língua é afiada e sua sexualidade transborda em cada poro. As cenas em que ela aprece é certeza de risada. Ela consegue dar uma leveza quando tudo.

Kátia é uma mestiça linda e alegre. Junto com Isabela e Naomi formam um trio com amizade sólida. E uma base, um porto seguro na vida de Isabela, com tudo o que ela passa. Se quando a Naomi aparece já é risada na certa, quando o trio se reúne SAI DEBAIXO! Pois tudo pega fogo!

Enquanto o Eric é o motivo de suspiros de TODAS as leitoras, eu tenho um personagem para chamar de MEU e só MEU!! Pedro Henrique Moraes, um advogado gato. Um amigo antigo de Isabela, que ao voltar a morar no Brasil dá as caras e simplesmente roubou meu coração.

E claro, nem só de bons personagens o livro é feito. Há uma cobra. Um ser nojento que eu simplesmente ODEIO desde sua primeira aparição. Pra variar (ou NÃO, quando nos referimos a um texto dessa autora) é uma ruiva (tatuada...). Linda, porém perversa. Leticia... Apaixonada por Eric, faz de tudo para estar na vida. Mas, quando as coisas não acontecem como ela quer...

Esse livro aborda muitos temas. Ele não fica apenas limitado ao fator erótico da história. Ele é um verdadeiro alerta à violência dentro das casas e suas consequências. Alerta também sobre as consequências de um trauma não tratado. Também mostra como palavras frias podem ferir a autoestima e estragar várias áreas da vida sem que a pessoa nem ao menos note que há algo errado.

Uma das coisas que mais gostei no livro foi o lado negativo de um dos temas mais abordados recentemente nos livros de gênero erótico: Dominação e Submissão. A autora trabalhou com todo o lado psicológico e emocional tanto do Dom quanto da Sub e mostrou que quando não equilibrado corretamente é um jogo extremamente perigoso.

Há verdades ali que doem. Há verdades no texto que nos fazem voltar a analise para nossas próprias vidas e ver se realmente estamos no controle, estamos no caminho certo. Acredito que a maior lição dessa história é sobre amar a si mesmo acima de todas as coisas antes de poder amar o próximo. E esse amor a si mesmo pode ser descoberto ao ser ousado e se entregar a outra pessoa enxergar no olhar dela o amor.

Eu li esse livro enquanto a autora o publicava na plataforma canadense Wattpad. Eu simplesmente pirei. Foram doses homeopáticas, três ou quatro capítulos por dia e isso realmente mexeu com a minha curiosidade. Além disso, poder comentar capitulo por capitulo e receber a resposta da autora tornou a experiência ainda melhor. Várias teorias se formaram conforme o texto era revelado, várias piadas e reações de outros leitores transformaram uma leitura solitária em uma leitura em grupo, o que reforçou as sensações causadas pelos acontecimentos.

Muitas reviravoltas me fizeram roer as unhas, prender a respiração ou querer entrar no texto e socar alguns dos personagens. Outros acontecimentos me fizeram suspirar profundamente, chorar ou gargalhar tão alto que acharam que eu estava ficando louca de vez.

Sério, esse livro me fez ficar descabelada, chorando desesperada e gritando com o texto... Totalmente insana até chegar ao desfecho final que realmente foi merecido depois de tanta tensão nos ombros da leitora loira aqui.

Uma definição mais que perfeita pra todo o contexto do livro é: Chocolate com Pimenta. As cenas de sexo são simplesmente deliciosas sem ser vulgares. Sério, é de molhar calcinha e morder os lábios pra conter gemidos. Mas, a cada cena há tanto sentimento envolvido. Uma ternura sem igual. Mais doce que o chocolate.

Assim como “Batom Vermelho” dá aquela louca vontade de se maquiar e tascar um belo vermelhão nos lábios, ou “Sugar” que nos faz querer um relacionamento divertido, “Ousadia” nos dá a coragem de aceitar quem somos e nossos desejos sem se importar com o que as outras pessoas pensam sobre isso. Esse livro é uma verdadeira injeção de ousadia em nosso sistema.


0 comentários: