Mar de Rosas

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Bed Of Roses
Autor: Nora Roberts
Tradutor: Janaína Senna
ISBN: 978-85-8041-273-4
Gênero: Romance Americano
Páginas: 287
Editora: Arqueiro
Nota: 4,5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon






Sinopse: Em Mar de Rosas, segundo livro da série Quarteto de Noivas, o amor floresce junto com os primeiros botões da primavera. Este romance vai fazer você ter vontade de dançar num jardim, sob a luz do luar.

Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercadas de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês.
Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a historia de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor.
Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porem incapaz de assumir um compromisso.
Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.
Os seis são praticamente uma família. E justamente por isso Emma e Jack nunca revelaram a atração que sentiam um pelo outro.
Mas há coisas que não podem ficar escondidas para sempre.
Mar de Rosas é uma história atraente, sexy e divertida sobre as vantagens e os desafios que surgem quando uma grande amizade vira paixão.



Comentários:

Bonjour Anges!!

Hoje na nossa “Pilha do Anjo” é dia de sequencia de série e estou mega empolgada, pois é uma história da minha maior diva da literatura: Nora Roberts. Nossa parceira Arqueiro trouxe o segundo volume da série “Quarteto de Noivas”.

“Mar de Rosas” é o segundo livro dessa quadrilogia, que nos conta as histórias de amor de quatro amigas: Parker, Emma, Laurel e Mac. Relembrando um pouco o inicio de tudo, essas quatro lindas mulheres de tanto brincarem de casamento quando crianças – e, diga-se de passagem, a brincadeira delas já era BEM avançada, pois tinha desde convidados (bichinhos de pelúcia e animais de estimação) até padrinhos e buffet – acabaram por criar a Votos, uma empresa especializada em organizar festas de casamentos. Cada uma delas se especializou em uma área e unidas são imbatíveis.


No livro anterior, “Álbum de casamento” conhecemos a historia de Mackensie “Mac” Elliot e Carter Maguire. E de quebra tivemos um leve vislumbre do casal que protagoniza “Mar de Rosas”.

Dessa vez temos o foco em Emmaline “Emma” Grant, a responsável pela decoração e pelas flores das festas, incluindo os buquês das noivas. Ela é linda, está sempre feliz, ama o que faz e é uma romântica de carteirinha, daquelas que sonha acordada com o príncipe encantado. E isso se deve ao fato de ter sido criada por pais que vivem uma linda história de amor que rendeu um casamento sólido e amoroso. É por isso que Emma raramente está sozinha, mas como ainda não achou o cara certo ela acaba não ficando muito tempo com a mesma pessoa, está sempre procurando sua alma gêmea.

Emma, adora uma festa e mesmo cansada após um dia super atarefado na Votos ela acaba aceitando sair com um amigo que está encantado por ela. Ela então vai fazer uma social na casa de um casal de amigos com a intenção de fazer a segunda coisa que melhor faz: dar um jeito de fazer seu amigo se interessar por outra mulher e assim não se magoar por conta do desinteresse amoroso dela. E ela tem seu objetivo alcançado. E assim, acaba encontrando o arquiteto gatíssimo Jackson “Jack” Cooke absolutamente por acaso.

Jack e seu melhor amigo Del (o irmão de sua sócia Parker Brown, a dona da propriedade onde as festas são realizadas) são como irmãos para todo o quarteto. Todos se conhecem há mais de 10 anos, ou seja, tempo suficiente para saber todas as qualidades, os defeitos e os podres de uma pessoa... 

Mas uma coisa que ninguém sabe, só mesmo os dois na profundidade de seus sentimentos, é que existe uma atração amorosa forte entre eles. Atração que os dois não demonstraram por anos, mas que está cada vez mais difícil de controlar. Por isso, quando a coisa toda começa a aflorar, é algo súbito e inesperado para todos.

E esse descontrole tem seu grande inicio exatamente quando o carro de Emma enguiça na estrada, na volta daquela festa, e Jack, todo solícito, para no meio da estrada para socorrê-la. Nada demais acontece, mas pinta um clima de leve, que se estende a algumas visitas mais frequentes dele a sua casa/ateliê e acaba esquentando em um dos casamentos que elas estão realizando, quando rola o primeiro beijo. A partir daí, as coisas só melhoram. 

Só que nem tudo é um mar de rosas... Emma sabe que Jack não é o tipo de homem que se apaixona e assume compromissos, ou que tem objetivos de casar e formar uma família. Enquanto isso, Jack sabe que Emma é uma mulher incrível que merece viver um grande amor, mas ele não tem certeza de que pode dar isso a ela. Para piorar, eles são grandes amigos, e exatamente por isso Del, que ainda não sabe de nada, vai querer socar a cara dele quando souber. Ainda assim, me digam: quando essas coisas são empecilhos para o nascimento de uma paixão arrebatadora?

Sem dramas sem sentido, sem enrolos, uma amizade que fica mais forte e intima a cada momento e que se torna uma paixão arrebatadora, um amor verdadeiro. “Mar de Rosas” nos mostra como a infância pode moldar todo o comportamento na vida adulta e influenciar na reação ao encontro da pessoa certa.

Nora Roberts tem um dom incrível de balancear cenas leves e engraçadas, com a confusão de sentimentos enraizados há tanto tempo que nem mesmo os personagens sabem de onde surge.

A amizade entre as mulheres, o sentimento que as une mais do que os próprios laços de sangue é simplesmente cativante. Impossível não curtir o cotidiano delas e mais impossível ainda não gostar de cada homem que faz parte dessa família.

Uma das coisas que mais adoro nesse livro é o fato de ver como o trabalho na Votos funciona. Ver os preparativos dos casamentos com detalhes, ver as festas acontecendo, os problemas a serem resolvidos, as entrevistas com os clientes e, tudo isso, sem ser maçante.

Outra das coisas que mais adoro é o fato da história não ficar presa apenas no casal principal, mas mostrar como todos os envolvidos estão e dar um vislumbre do que está para acontecer tanto com as meninas tanto com os rapazes. Tanto é que sem precisar ler as sinopses dos próximos livros já dá pra se ter certeza de quais são os próximos casais.

Uma personagem que se destaca muitíssimo é a Senhora Grady, a governanta da família Brown desde a infância das garotas. Ela sempre está presente, como uma figura materna. Sempre atenta às necessidades das garotas, com conselhos sábios e divertidos.

Uma narrativa envolvente, fluída e leve. Com personagens marcantes. Como está na capa, “Mar de Rosas” é um verdadeiro conto de fadas contemporâneo, capaz de levar você de altas gargalhadas a suspiros extremamente profundos em questão de segundos, despertando aquele lado extremamente romântico até naquelas que se julgam duronas. E é claro, um livro que nos deixa mais do que ansiosos para “Bem-Casados” o próximo título da série.


0 comentários: