Fogo

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Burn
Autor: Maya Banks
Tradutor: Débora Salles
ISBN: 978-85-8044-913-6
Gênero: Literatura Americana, Romance Erótico
Páginas: 351
Nota: 4/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino / Amazon








Sinopse: Ash, Jace e Gabe: três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conseguir tudo o que querem. Absolutamente tudo. O que Ash procura é uma mulher que mude o que ele sabe sobre desejo e dominação.

Quando se trata de sexo, Ash McIntyre sempre explorou seu lado mais selvagem – extremo e sem compromisso. Ele exige estar no controle. E prefere mulheres que queiram as coisas desse jeito. Inclusive as que ele dividiu com seu melhor amigo, Jace.

Mas Jace está envolvido com uma mulr que não pretende dividir. E até mesmo Gabe está em um relacionamento no qual tem tudo de que precisa, deixando Ash com uma sensação de cansaço e vazio.
É então que Ash conhece Josie, uma mulher que aparenta ser imune aos seus encantos e à sua riqueza. Intrigado, ele dá inicio a uma perseguição implacável, determinado a não deixar que ela seja a primeira a escapar. Ele jamais poderia imaginar que a primeira mulher a lhe dizer “não” seria também a única a leva-lo aos limites do desejo.




Comentários:

Bonjour Anges!!

Hoje é dia de encerramento de trilogia na nossa “Pilha do Anjo”. Nossa leitura de hoje é “Fogo”, o terceiro volume da trilogia Breathless, de Maya Banks. E como o título já propõe a história é pra lá de quente. Como citei nas resenhas anteriores, essa série mostra a história de três amigos ricos, poderosos, controladores e mega-ultra-possessivos que descobrem o amor em textos com muito sexo, porém num contexto de erotismo voltado para a mulher. Ou seja, com uma forte pitada romântica.

Dessa vez conheceremos a história de Ash. Antes de qualquer coisa, preciso dizer que desde a primeira aparição dele em Obsessão já se tornou meu favorito. Não sei explicar essa conexão com o personagem, mas, em toda cena em que ele aparecia o livro se enchia de mais graça. E enfim, finalmente consegui ver a história dele. 


Ash sempre foi o mais reprimido dos três amigos, com uma aparência sempre amigável e brincalhona ele procurava manter sua verdadeira essência escondida. Ash tem uma relação mega complicada com seus familiares, aliás, qualquer um no lugar dele também teria, pois toda a família é totalmente dependente do dinheiro de seu avô e por conta disso são umas verdadeira víboras, sempre puxando o tapete uns dos outros tentando se dar bem.

Ash cortou vínculo com todos e, pra raiva, principalmente de sua mãe, venceu na vida sem usar um único centavo da família. Hoje, em parceria com Jace e Gabe na HCM Global Resorts, Ash é ainda mais rico do que seu avô e não se deixa manipular por ninguém.

Fora seus drama familiares, Ash é um ótimo profissional e bom amigo. Considera Jace e Gabe como seus verdadeiros irmãos, e Mia e Bethany como parte da família também. E por conta disso está feliz por ver seus melhores amigos encontrando os amores de suas vidas. Mas, isso também lhe dá um gosto amargo na boca, pois pela primeira vez na vida se sente excluído, por não ter o que seus amigos têm.

Ash está dando um tempo no parque, envolto em pensamentos sobre o que fazer com sua vida, tentando achar um equilíbrio entre a felicidade por seus amigos e a tristeza da solidão. E é aí que ele vê uma loira meio hippie totalmente concentrada enquanto desenhava e sua atenção se volta imediatamente para ela. Não apenas por sua beleza exótica, mas porque ela está usando uma coleira de diamantes. A curiosidade sobre o que aquela coleira significa para ela o leva a se aproximar e então as coisas mudam e ele fica obcecado por ela.

Josie é uma pintora excepcional. Sozinha no mundo, pois sua avó e sua mãe faleceram e seu pai é um covarde que as abandonou, a loira encontra conforto em sua arte. Ela é um espírito livre, totalmente vibrante e mega doce. Atualmente mantinha um relacionamento BDSM com um cara chamado Michael, e após esse encontro inesperado no parque com Ash ela começa a se questionar se realmente esse relacionamento está provendo todas as suas necessidades sexuais, e principalmente suas necessidades emocionais.

Ash então investe na mulher que não lhe sai do pensamento. Tudo o que mais quer é tê-la em sua cama, mas a loira o evita e não cede aos seus encantos. Ash, não se dando por vencido chega a pesquisar sobre a vida da moça e a colocar alguém para segui-la e é assim que acaba descobrindo que ela está penhorando todas as suas jóias e sem nem hesitar compra todas as joias dela e usa isso como arma para conseguir finalmente leva-la para jantar.

E nesse jantar, Ash não perde tempo e propõe que Josie se torne sua, prometendo suprir todas as necessidades dela, coisa que Michael não fazia. E Josie promete pensar no assunto, mas é então que algumas coisas acontecem e forçam Ash a agir para proteger aquela que o fisgou. E na velocidade da luz, Josie se vê morando no apartamento de Ash.

E assim, acompanhamos a trajetória do relacionamento dos dois, onde Ash tem que aprender a equilibrar seu lado dominante para não sufocar o espirito livre de Josie e, ela tem que aprender a confiar mais suas necessidades e seu coração a esse homem.

“Fogo” é um livro para se ler em pouco tempo. Maya Banks tem uma narrativa envolvente e extremamente dinâmica, sem muita enrolação. Diferente dos outros dois, ele tem algumas cenas mais tensas, de mais ação e suspense, o que se intensifica justamente pelo livro ter um senso de justiça um tanto quanto diferente. E as cenas eróticas continuam ousadas e deliciosas.

Os personagens são tão bem construídos, tão criveis e aos mesmo tempo tão surreais que é impossível não amá-los e torcer por sua felicidade. Mia e Bethany se destacam ainda mais, sendo amigas de Josie, e mostram a força interior aumentada pelos relacionamentos estáveis com Gabe e Jace.

Mas, com certeza, uma personagem que roubou bastante a cena foi Brittany, irmã mais nova de Ash, que pediu a ajuda dele para se desvincular da família sanguessuga. Ela mostrou uma evolução gigantesca em pouco tempo e se tornou uma personagem muito cativante. Impossível não torcer para um final feliz para ela.

Enfim, Maya Banks não deixou ponta sem nó e finalizou a trilogia com maestria. Regado a sexo, romance e suspense “Fogo” veio consolidar Maya Banks aqui no Brasil e deixar muitos leitores com saudades dessa turma. Super recomendo!


0 comentários: