Peça-Me o Que Quiser

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Pídeme Lo Que Quieras
Autor: Megan Maxwell
Tradutor: Tamara Sender
ISBN: 978-85-8105-178-9
Gênero: Romance Espanhol, Adulto
Páginas: 287
Editora: Suma de Letras
Nota: 4,5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino

Sinopse: Judith tem 25 anos e trabalha como secretária na empresa Müller, em Madri. Quase sempre sai muito tarde do escritório e detesta a chefe por isso – ela gostaria de ter mais tempo para os amigos, os bares, a música e o futebol. Seu dia a dia é como o de uma jovem qualquer numa grande cidade, até que de repente o diretor-chefe da empresa, um alemão de olhos azuis, muito sério e muito sexy, chega para uma visita de inspeção.

Seu nome é Eric Zimmerman, mas todos o conhecem como Iceman. Eric tem uma atração fulminante pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.
Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o Que Quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.





Comentários:

Bonjour Anges!!

E lá vamos nós em mais uma leitura quente na nossa “Pilha do Anjo”. Hoje trago um livro polêmico do gênero erótico, que divide as opiniões.  Algumas pessoas detestaram a proposta, enquanto outras descobriram que algumas ideias que pareciam impossíveis podem até ser interessantes.


Primeiramente estamos falando de uma autora espanhola, e sabem bem que esse povo tem sangue quente e que tudo o que é latino é sensual e ousado. E Peça-me o Que Quiser tem exatamente essas qualidades, é um erótico latino, muitíssimo sensual e tremendamente ousado.

O livro tem muita ação, logo nas primeiras paginas ao conhecermos a Judith, nossa protagonista, já a temos se deparando com sua chefe e seu amigo se pegando em pleno estacionamento e gostando do que vê. Sim, esse livro foca muito no poder da visão, no prazer do voyeurismo.

Agitada e com espirito livre, Judith conhece Eric quando ambos estão presos no elevador. Ela tentando manter uma presença de espirito para não ficar histérica, começa a brincar com ele, chegando até mesmo jogar um chiclete de morango na boca dele, sem nem imaginar que o belo homem de olhos azuis ao seu lado é nada mais nada menos que seu chefe supremo.

A partir disso, Eric se vê atraído por essa mulher que é seu extremo oposto. Sim, ele é o alemão tipicamente sério e frio e ela a latina doida. E assim surge o convite para jantar e para ser sua secretaria enquanto viaja pelas filiais da sua empresa farmacêutica na Espanha.

O inicio do relacionamento deles foi bem conturbado. Apesar de doidinha, na cama Judith sempre foi tradicional, não tão ousada, mas para ela era satisfatório. Eric, já tinha uma mente muito mais aberta e encarava o sexo como um verdadeiro jogo, onde com respeito qualquer coisa seria possível. E é essa visão sobre o assunto que Eric começa a tentar ensinar para Judith.

E é justamente ai que muitas pessoas detestam o livro. Por encarar o sexo como diversão, há muitas praticas onde trocar de casais e dividir o ato com outras pessoas é algo normal e prazeroso, mas para quem tem a cabeça tradicional e na cultura onde o ciúme e possessividade domina, pensar em tais coisas é um absurdo, é sujo. E a autora quer mexer exatamente nesse tabu: por que o sexo em suas varias facetas tem o lado sujo? O que é errado e o que é certo se ambos desejam o que estão fazendo?

Eu, particularmente, delirei com o livro. Sou sim uma pessoa ciumenta e possessiva, mas sei que existem esses espíritos mais livres, e com a mente aberta pude ser voyeur delas durante a leitura. Não achei sujo, nem vulgar. A linguagem usada não foi tão baixa como em outros livros e as cenas hot são realmente de fazer suspirar.

Peça-me o Que Quiser é um livro pra quem quer inovar a leitura do gênero erótico e quer curtir um casal explosivo tentando se ajustar, onde essa guerra de poderes só tem trégua na cama... Ou não.

Acho interessante o equilíbrio entre Eric e Judith e o quanto esse relacionamento pode ensinar novas coisas aos dois. Eric tem muitas magoas e feridas, que escondem sob uma fachada dura. É extremamente protetor e rigoroso quando o assunto é segurança. É extremamente misterioso, seu lado mais livre é realmente relacionado ao sexo.

Já Judith, é uma verdadeira porra louca. Sem muitos mistérios, é uma boa filha, boa irmã e boa amiga. Curte desde nova esportes radicais, sendo fera em motocross e karatê. Curte tatuagens, amigos com piercings. E é justamente isso que faz com que Eric fique atraído, apesar de desesperado ao sempre pensar nela se machucando com suas loucuras. E como já disse, em relação ao sexo é bem tradicional.

Fora o casal principal, a família de Judith é outro núcleo que cativa rapidamente. Raquel, sua irmã mais velha e seu problema conjugal dá um equilíbrio na história, assim como os conselhos do pai da Jud, o senhor Manuel Flores, e a alegria infantil de Luz, filha de Raquel. Ao ler, parece que você também é da família. É um momento bem acolhedor no livro.

Outro personagem que chama muita atenção é Fernando, o amigo de infância de Jud que é simplesmente louco por ela. E que sofre ao ver a amiga tão envolvida por Eric. Sendo policial, ele sabe bem dos gostos de Eric e tenta proteger a mulher pelo qual é apaixonado e isso acaba mudando completamente essa amizade.

Esse livro não é só sobre o desabrochar sexual dos personagens, mas também a descoberta de sentimentos mais profundos, reconciliações, nova visão da vida. E em vários momentos dá para se notar o que esse relacionamento inusitado começa a alterar a vida de todos em volta.

Se você quer ousar na leitura, esse livro é o ideal. Com muita musica, com cenários lindos (que dá muita vontade de conhecer a Espanha) e novos conceitos sobre os tabus sexuais, Peça-me o Que Quiser é uma leitura que vale muito a pena. Abra sua mente e se divirta com esse romance completamente delicioso.


0 comentários: