Destrua-Me

07:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Destroy Me
Autor: Tahereh Mafi
Tradutor: Maria Angela Amorim de Paschoal
ISBN: 978-85-8163-02-98
Gênero: Ficção Norte-Americana
Páginas: 99
Editora: Novo Conceito
Nota: 4/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino









Sinopse: Perfeito para os fãs de Estilhaça-me que aguardam desesperadamente a liberação de Liberta-me, este original digital da série irá preencher a lacuna entre esses dois romances a partir da perspectiva do vilão que todos nós amamos odiar, Warner, o líder cruel do Setor 45. Em estilhaça-me de Tahereh Mafi, Juliette escapou o restabelecimento seduzindo Warner e, em seguida, colocando uma bala em seu ombro. Mas como ela vai aprender em Destrua-me, que Warner não é tão fácil de se livrar. . . De volta à base e se recuperando de seu ferimento quase fatal, a Warner fará de tudo em seu poder para manter seus soldados em cheque e suprimir qualquer menção de uma rebelião no setor. Ainda que obcecado com Juliette, como sempre, a sua primeira prioridade é encontrá-la, trazê-la de volta, e dispor de Adam e Kenji, os dois traidores que ajudaram a sua fuga. Mas quando o pai de Warner, O Comandante Supremo do restabelecimento, chega para corrigir os erros de seu filho, é claro que ele tem muito planos diferentes para Juliette. Planos esses que Warner simplesmente não pode permitir. Na sequencia de Estilhaça-me e antes de sua próxima sequencia, Liberta-me, Destrua-me é uma estoria contada a partir da perspectiva da Warner, o líder cruel do Setor 45.




Comentários:

Bonjour Anges!!

Mais uma vez estamos aqui com uma distopia na “Pilha do Anjo”. Nossa parceira Novo Conceito lançou Destrua-me, um conto que fica entre Estilhaça-me e sua continuação Liberta-me. Aliás, tenho que falar que esse lance de lançar contos entre os livros com a visão de outros personagens é uma benção e uma maldição ao mesmo tempo, pois cria uma expectativa gigantesca pela conclusão das séries, e pra bookaholic isso é um verdadeiro tormento.


Em resumo, pois não dá pra falar muito da história sem dar spoiler de Estilhaça-me e sem estragar surpresas de Liberta-me: o conto é narrado em primeira pessoa, pelo Warner, e começa um pouquinho antes do fim de Estilhaça-me. Em Destrau-me ele conta um pouco sobre tudo o que seu personagem atiçou a curiosidade dos leitores: como soube da Juliette, quando a viu pela primeira vez, algumas das suas motivações, os seus sentimentos e como as coisas caminharam depois do que acontece no fim do primeiro livro. Ele é muito aberto e verdadeiro nesse conto.

Em Estilhaça-me o Warner além de ser o líder do setor 45 é também o vilão, e poder ver que esse vilão é tão humano e vulnerável quanto qualquer outro personagem, deixa tudo mais interessante para a continuação. Muito do que ele se tornou é por causa de um personagem que aparece no conto e ele deixa isso bem claro, mais até, o Warner tem verdadeiro ódio por essa pessoa. Senti que um confronto, de grandes proporções, está por vir entre os dois.

O que mais curto nesses contos de transição é a possibilidade de ver outras facetas da mesma história e poder entender os protagonistas por outras perspectivas. Através dos olhos do Warner a Juliette não é tão enrolada e estranha e podemos conhecer o que ela passou enquanto estava presa no hospício.

Destrua-me é um ótimo aperitivo para o segundo livro dessa trilogia, deixando no ar inúmeras teorias sobre o que irá acontecer com os personagens centrais da trama e a grande possibilidade de que um triângulo amoroso se forme. Leitura obrigatória pra quem já leu Estilhaça-me.



0 comentários: