Lições do Desejo

08:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Lessons Of Desire
Autor: Madeline Hunter
Tradutor: Teresa Carneiro
ISBN: 978-85-8041-201-7
Gênero: Ficção Americana
Páginas: 261
Editora: Arqueiro
Nota: 4,5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino







Sinopse: Atraente, sutil e tentador, Lorde Elliot Rothwell é um homem acostumado a fazer sucesso entre as mulheres e a conseguir tudo o que deseja delas.

Mas isso não se aplica a Phaedra Blair. A brilhante e exótica editora não parece disposta a ceder a seu pedido e cancelar a publicação das memórias de um membro do Parlamento que podem manchar o nome da nobre família Rothwell.
A pedido de seu irmão mais velho, o marquês de Easterbrook, Elliot vai a Nápoles para negociar com Phaedra. Historiador de renome e autor de livros respeitados, tudo indica que ele seja a pessoa ideal para a tarefa.
Porém, em vez de encontrar a bela mulher descansando à beira do mar Tirreno, Elliot descobre que ela está presa por causa de uma acusação injusta. Graças ao prestígio da família, o nobre consegue libertá-la, mas também se torna responsável por ela até voltarem à Inglaterra.
Percorrendo juntos uma das regiões mais belas e românticas da Europa, eles vão descobrir que discordam de quase tudo o que o outro pensa ou faz – exceto o que fazem juntos na cama. E, nessa aula de prazer, será cada vez mais difícil saber qual dos dois tem mais a ensinar.



Comentários:

Bonjour Anges!!

Hoje é dia de romance histórico na nossa “Pilha do Anjo”. Dessa vez em parceria com a editora Arqueiro trago o segundo livro da série sobre os irmãos Rothwell. E seguindo o ritmo ditado pelo primeiro livro temos mais um casal explosivo na área.

Phaedra Blair é uma mulher que não foi criada no padrão de educação da época. Filha de Ártemis Blair, uma estudiosa que pregava sobre feminismo e defendia ferrenhamente a filosofia de amor livre, onde as mulheres tinham os mesmo direitos que os homens e poderiam ser totalmente independentes ao invés de submissas e infelizes. Aos 16 anos, já morava sozinha, pois sua mãe pensava que assim ela não se tornaria dependente de ninguém.

Se já não bastasse o tipo de criação que teve, Phaedra é filha ilegítima de Richard Drury, um membro do parlamento. Filha ilegítima, pois apesar de sua mãe amar Drury loucamente era totalmente contra o casamento.

Se já não bastasse tudo isso em sua vida, Phaedra era uma mulher que apesar de deslumbrantemente linda, vivia com roupas pretas (por ser sua cor favorita) e andava sem véus e com o cabelo ruivo completamente solto. Por vezes era vista como viúva, prostituta, bruxa e má influencia para as ‘mulheres decentes’.

Quando seu pai faleceu, confiou a ela em seu leito de morte as memórias que havia escrito, fazendo-a prometer que a publicaria sem nenhum corte e o mais rápido possível. Amando profundamente o pai e ainda tentando superar a morte da mãe mesmo que alguns anos tenham se passado Phaedra assumiu esse compromisso.

Seu pai e Merris Langton possuíam uma editora e quando o amigo e sócio de seu pai também morreu, Phaedra acabou por herdar tudo: a editora, as dívidas e o peso das descobertas que ler as memórias de Richard Drury lhe trouxe. Afinal, aparentemente o amor de seus pais não era tão perfeito como ela acreditava e parecia haver outro amante, que acabou por dar uma joia falsa à sua mãe e que acabou provocando sua morte.

Querendo descobrir quem era esse amante e obter mais informações sobre outras partes das memórias de seu pai, Phaedra partiu da Inglaterra indo para Nápoles e enquanto tentava conseguir essas confirmações o que seu pai escreveu acabou sendo presa injustamente e é justamente quando está indefesa e sem saber o que fazer para sair da situação que Elliot Rothwell aparece.

Elliot é o caçula dos irmãos Rothwell cresceu ouvindo péssimos rumores sobre seu pai e quando ficou sabendo sobre as memórias de Richard Drury temeu, assim como seu irmão mais velho, que isso confirmasse esses rumores e denegrisse a imagem na família. Sendo assim, Elliot seguiu Phaedra até Nápoles para poder tentar convencê-la de tirar a parte das memórias que falavam sobre sua família, aproveitando que faria algumas pesquisas para seu novo livro.

Ao ajuda-la a se libertar, Elliot acabou ficando responsável por todas as ações de Phaedra, o que os obrigou a viajar juntos. E esse tempo convivendo um com o outro acabou despertando um desejo gigantesco.

Mas, a cereja do bolo desse livro é o fato de Phaedra, que tanto odeia a ideia de casamento, acabar sendo obrigada a casar de Elliot para poder salvar sua vida. A ironia da situação é tão grande que é impossível conter a risadas.

“Lições do Desejo”, se comparado ao seu antecessor, é mais divertido e tem diálogos sarcásticos e inteligentes e uma filosofia moderna em meio a uma época tradicionalista. E sua história de amor é intensa, com o conflito entre a fidelidade à família, as crenças e ideias diferentes e o desejo arrebatador.

Madeline Hunter escreve com maestria sobre esse mundo antigo, cativando até que não curte muito o gênero, com sua narrativa de ritmo forte, linguagem clara e personagens com personalidades envolventes.

Essa série entrou na minha lista de favoritos. Um romance fofo sem ser irritante. Super recomendo!


0 comentários: