Stacy Temple, Virgem Por Acaso

08:30 Érica Guimarães 1 Commentários


Título Original: The Accidental Virgin
Autor: Valerie Frankel
Tradutor: Maria Cláudia de Oliveira
ISBN: 85-01-06924-8
Gênero: Ficção Americana
Páginas: 316
Editora: Record
Nota: 3/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino

Sinopse: Desde que brigou com Brian, seu último namorado, há quase um ano, Stacy Temple nunca mais transou. Um dia ela lê numa reportagem: mulheres um ano sem sexo tornam-se praticamente virgens outra vez. Falta apenas uma semana para alcançar essa marca. E nesse poucos dias ela fará de tudo para arranjar um parceiro. Mas a sorte está contra Stacy, que percebe, ao defrontar-se com situações hilariantes, que terá muito mais trabalho para conseguir uma noite de sexo do que jamais poderia imaginar.


Comentários:

Bonjour Anges!!

O livro de hoje foi uma descoberta minha em um dos passeios por um sebo junto com minhas alunas. Enquanto olhava as prateleiras o título e a cor vibrante da capa me chamaram muito a atenção e não duvidei em nenhum instante de que iria me divertir horrores com esse Chick-Lit.


Stacy Temple, é uma jovem de 32 anos, ruiva natural, de bochechas rosadas é uma designer da calcinhas.com, um site especializado em varejo de lingerie. Está solteira há quase um ano, e desde que deixou Brian nunca mais teve uma relação sexual.

Seu melhor amigo, Charlie, sendo seu confidente desde a época da universidade, quando se conheceram, acabou por mostrar um post de uma redatora sexual, Gigi XXX, que abordava a teoria de que após um ano de celibato (intencional ou não) a mulher se tornava uma revirginizada e temendo ter que passar por um segundo processo de perda de virgindade, Stacy começa uma busca alucinante por uma rapidinha (literalmente) nessa ultima semana antes de atingir o prazo final e se tornar uma revirginizada.

Como bom Chick-Lit e ótima comédia, as aventuras de Stacy vão de mal a pior em poucos instantes e as tentativas frustradas são de arrancar gargalhadas. Além das escolhas absurdas que a protagonista em meio a o desespero, ainda há os cenários e outros elementos que tornam tudo ainda mais surreal e engraçado.

Fora o desespero de Stacy com a vida pessoal, ainda há os dramas na calcinhas.com, pois suas chefes – Fiona e Janice – também acabam por ajudar (ou atrapalhar) ainda mais a meta que Stacy se propôs a cumprir.

Esse livro é leve, envolvente, sem censura nenhuma. Um entretenimento tranquilo, com sacadas ótimas e uma crítica aos valores que a sociedade impõe. É um verdadeiro abaixo-assinado contra a repressão sexual feminina, seja ela por qual motivo for. Valerie Frankek trabalha com o sexo para mulheres mais velhas como algo sendo absolutamente normal (o que realmente é) e não estranho e repugnante, mostra que as mulheres podem ter sexo casual tanto quanto os homens, assim como podem se tornar celibatárias (intencional ou não) sem que isso as torne menos mulher.

As loucuras que Stacy faz por uma noite de sexo são capazes de mudar qualquer humor. Uma jornada de autodescoberta e revisão de valores. Um livro de fórmula simples e diversão garantida. Um Chick-Lit hilário. Recomendo!!


Um comentário:

  1. Tem tempo que não leio esse gênero!
    Estou precisando mesmo me divertir com um chick lit hahaha
    Esse parece super bacana, vou adicionar a minha listinha!
    Acho que preciso começar a frequentar sebos tbm hahaha
    Eu vi seu blog, lá no grupo blogueiros literários. Resolvi seguir e curtir os blogs que estão lá na divulgação, porque acho que assim vai ser mais legal minha participação no grupo, conhecendo todo mundo e tal :D
    Beiijos,
    Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir