Negócios & Prazer

09:55 Érica Guimarães 1 Commentários


Título Original: The Kouros Marriage Revenge
Autor: Abby Green
Tradutor: Marconi Leal
ISBN: 978-85-7687-993-0
Gênero: Ficção Norte-Americana
Páginas: 183
Editora: Harlequin Books
Nota: 4/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino



Sinopse: Sua vingança era simples: ela seria sua noiva...
Quando Alexandros Kouros se casou com Kallie Demarchis, as fotos da mídia mostravam um casal loucamente apaixonado. Mas por trás da fachada feliz havia uma história diferente... O amor não tinha nada a ver com aquilo: ela havia se casado para salvar o patrimônio da família. Ele teria prazer com sua vingança pelo erro que tanto lhe custara na juventude... E desfrutaria da mulher que lhe havia sido proibida.


Comentários:

Bonjour Anges!!

 
Depois de meses curtindo amantes italianos nas nossas leituras da “Pilha do Anjo”, agora nós vamos curtir outros amantes também regados ao sol mediterrâneo. Hoje, se inicia a maratona de “Magnatas Gregos”, mais um povo muito apaixonado, ligados à família, meio loucos, completamente orgulhosos e cheios de amor pra dar (mesmo que a primeira vista não pareça).



O primeiro livro que escolhi pra essa nova maratona é de uma autora que conheço há vários anos. Ela escreve romances históricos como ninguém e fiquei curiosa para ver como ela narra em temas mais contemporâneos. Abby Green é uma de minhas favoritas.

Kallie Demarchis é inglesa (já repararam que sempre tem um inglês nesses romances de banca?), mas passa suas férias na Grécia desde criança, tendo como vizinho o belo Alexandros Kouros. Mesmo sendo uma adolescente gordinha e não um exemplo de beleza, Kallie é completamente apaixonada por Alexandros, com quem praticamente foi criada e que só a vê como amiga.

Quando tinha 17 anos, em uma festa da família Kouros, Kallie foi incentivada pela prima Eleni a se declarar para Kouros, insegura a garota hesitou, mas nada que três taças de vinhos e mais alguns outros estímulos alcóolicos para que Kallie resolvesse realmente falar o que sente para seu primeiro amor.

O que Kallie não sabia ao se jogar, literalmente, em cima de Alexandros, era que a festa em questão era do noivado dele e que o beijo que ela inocentemente lhe deu tinha sido fotografado e estamparia os jornais na manhã seguinte, destruindo o noivado de seu amado e provocando uma enorme briga entre seus pais e Alexandros.

Sete anos depois desse ocorrido, Kallie sem querer esbarra com Alexandros em uma festa. Em um primeiro momento ele não a reconhecesse, o que é um verdadeiro alivio, mas ao reconhece-la Alexandros não sossega até bolar um plano de vingança, pois só isso para explicar a atração forte pela mulher que destruiu seus planos na juventude e que agora está mais bela do que qualquer outra que ele tenha visto.

Se aproveitando que os negócios de família dos Demarchis estão passando por um péssimo período e que eles precisam de uma gigantesca ajuda financeira, Alexandros decide que fará de Kallie sua esposa e assim cumprirá uma cláusula no testamento de seu tio, protegendo o patrimônio de sua própria família. Nada que uma chantagem não resolva o problema de ela não querer nem ao menos vê-lo.

E é assim que os dois acabam se casando. Mas, será mesmo que Kallie é a oportunista que Alexandros tanto a acusa de ser? Será que tudo aconteceu como ele pensa? Como sempre, há mal-entendidos a serem resolvidos antes que o amor possa estar livre e iluminar essa relação.

Um casal eletrizante juntos, novos cenários de tirar o fôlegos e sacadas irônicas inteligentes, essa estreia da maratona dos gregos é mais do que recomendada pra quem gosta de romances intensos!


Um comentário:

  1. Não sou muito fã de romances históricos, nem de romances de banca, então esse não me chamou muito a atenção =/
    Mesmo assim, achei muito interessante essa coisa de magnatas gregos. Nunca li nada com personagens gregos ou Grécia, ou essa coisa toda =)
    BJo

    ResponderExcluir