O Despertar da Paixão

08:00 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: The Bride’s Awakening
Autor: Kate Hewitt
Tradutor: Wilma Fernandes Mathias
ISBN: 978-85-398-0107-7
Gênero: Ficção Norte-Americana
Páginas: 144
Editora: Harlequin Books
Nota: 3/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino







Sinopse: Uma proposta útil... Um casamento apaixonado!
Vittorio Ralfino, o conde de Cazlevara, havia voltado à Itália para fazer uma proposta de negócio. Ele desejava se casar com uma mulher tradicional, e Anamaria Viale, robusta, simples e de uma boa família de produtores de vinho seria a esposa perfeita. Certa de que sua vida se resumiria a ter uma profissão e ser solteira, Anamaria se surpreendeu quando Vittorio pediu sua mão em casamento. E ela somente aceitou porque desejava ser mãe acima de tudo. Anamaria não alimentava ilusões românticas, pois acreditava que ele nunca ofereceria amor de verdade... Porém, a partir do momento em que Vittorio a tomou em seus braços, ela se surpreendeu com a força de sua paixão!


Comentários:

Bonjour Anges!!

Espero que a semana de vocês tenha sido boa. E como foram as leituras? Bem, por falar em leitura o que acham de mais uma sessão de romances da Harlequin recheado de italianos na nossa “Pilha do Anjo”? Sim, aproveitem, pois logo começa a sessão com amantes gregos... Mas, por enquanto voltemos aos lindos europeus de sempre.


Dessa vez conhecemos Vittorio Ralfino, um homem determinado, lindo e biolionário com um passado que deturpou sua visão sobre o amor. Sendo assim, é um homem prático, não interessado nas coisas complexas, como relacionamentos amorosos. Mas, voltando para seu país definitivamente já era hora de pensar em casar e ter herdeiros para levar adiante as conquistas de sua família. Além de, é claro, afirmar de vez o seu titulo nobre, antes que sua mãe desse um jeito de passa-lo para seu irmão mais novo.

Pensando assim, Vittorio estava à procura de uma mulher perfeita e ainda no avião viu uma entrevista em uma revista internacional, falando de Anamaria, sua vizinha na infância. Uma mulher com todas as qualidades que ele procurava para firmar um bom negócio... Ops... Quer dizer... firmar um bom casamento.

E depois de cismar com a ideia, Vittorio, que não era muito paciente, já se colocou em ação. Só que ao conhecer Anamaria não era bem o que ele esperava. Apesar de não ser feia, a jovem se vestia com certa masculinidade, usando sempre calças e ternos largos, que escondiam todos os atributos de sua feminilidade, seus cabelos sempre estava presos de uma forma rígida, quase nunca usava maquiagem e até mesmo a voz era meio enrouquecida.

Além da aparência, Anamaria era uma mulher super independente, responsável pelos negócios de sua família, muito ligada ao pai. Na mente de Vittorio essa deveria ser uma conquista fácil. Mas, será que era mesmo? Será que Anamaria também estava disposta a misturar negócios com casamento?

Eis a trama de O Despertar da Paixão. Esse livro foi bem divertido de ler, afinal ele veio recheado de muitos sentimentos contraditórios e embates quase violentos entre esses dois italianos. Sim, uma das coisa mais legais é que a mocinha dessa vez também era italiana.

Confesso que a arrogância de Vittorio em ter certeza de que pela aparência inicial de Anamaria ela seria uma presa fácil me irritou muito. Por isso ri demais com alguns foras que ela deu nele. A primeira cena em si, quando ela deu as costas pra ele, deixando-o com cara de tacho na frente de todos me fez vibrar.

Só achei que o final foi meio seco. Não pelos acontecimentos em si, mas no ponto onde parou ficou parecendo que algumas páginas foram arrancadas. Não teve o epilogo padrão. E confesso, fez falta! Mas, que teve final feliz (apesar de meio estranho), teve!

Para quem está afim de uma história mais tranquila, sem muito drama, mas que mesmo assim tem um trabalho emocional com os personagens bem interessante, fora o cenário lindo e curiosidades sobre vinicultura, O Despertar da Paixão é uma boa pedida.


0 comentários: