Sonhos Realizados

08:30 Érica Guimarães 0 Commentários


Título Original: Sicilian Hushband, Unexpected Baby
Autor: Sharon Kendrick
Tradutor: Eugênio Barros
ISBN: 978-85-7687-781-3
Gênero: Ficção Norte-Americana
Páginas: 183
Editora: Harlequin Books
Nota: 2,5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva / Cultura / Submarino







Sinopse: Quando o marido de Emma, um bilionário siciliano, soube que ela não podia ter filhos, seu casamento terminou. Porém, ao retornar à Inglaterra, Emma descobriu que um milagre havia acontecido: ela estava grávida!
Incapaz de pagar suas contas, Emma se vê forçada a pedir ajuda a Vincenzo. Agora que sabe que será pai, ele reivindicará seu herdeiro! E se a mãe de seu filho quiser permanecer com a criança, terá de voltar para ele...




Comentários:

Bonjour Anges!!

Como vocês estão? Torço para que tudo esteja tudo bem.

Aqui está a minha pessoa trazendo mais uma leitura da “Pilha do Anjo” pra vocês. E mais uma vez trago um livro da série “Maridos Italianos” da editora Harlequin. O que acabei não comentando na resenha anterior é que esses livros já são das raridades da editora. Eles foram publicados aqui no Brasil entre 2008 e 2009, o que os tornam bem difíceis de achar.


Em “Sonhos Realizados” conhecemos Emma. Uma garota doce e meiga que teve que desistir de seus sonhos com a faculdade para cuidar de sua mãe. Passou por muitos momentos difíceis para cuidar daquela que havia lhe dado a luz, mas no final ela não resistiu, deixando a filha sozinha no mundo, sem uma profissão e com muitas dívidas.

Abalada e vulnerável com a perda, Emma reagiu ao trauma com um toque de rebeldia, vivendo a vida o melhor que podia, achando que a cada novo dia poderia ser o ultimo de sua vida. E depois de pagar todas as contas às duras penas ela viajou à Sicília, onde acabou por conhecer Vincenzo Cardini.

Os dois tiveram um quente caso de verão e quando ela retornou para a Inglaterra ele foi atrás e os dois terminaram por se casar. Tudo era um mar de rosas, até que Emma, sendo cobrada por todos os lados para ter um bebê, acabou fazendo alguns exames e se descobrindo infértil.

Vincenzo ao descobrir se afastou da esposa até que por fim o casamento foi por água abaixo. Quando Emma avisou que estava indo embora os dois tiveram uma ultima noite de amor e justamente quando Emma chegou à Inglaterra se descobriu grávida.

E assim, se passaram um ano e meio e o pequeno Gino agora está com 10 meses. A situação financeira de Emma está um caos, já que ela não tem uma profissão e não pode deixar seu filhinho sozinho. E em meio ao desespero a única solução aparente é entrar em contato com Vincenzo e pedir o divórcio, torcendo para que ele o dê sem maiores problemas e com o dinheiro dessa negociação poder criar o filho melhor.

Mas, como era de se esperar nada sai do jeito que Emma espera e, Vincenzo não aceitou se divorciar oficialmente e então ela se vê obrigada a contar para seu ex-marido sobre a existência de seu tão sonhado herdeiro. E eis mais um pano de fundo para mais um drama romântico da Harlequin.

Eu particularmente gosto muito das histórias envolvendo bebês, sempre coloca um toque de drama a mais. Mas, nesse caso, a protagonista é muito fraca, muito suscetível aos desejos de Vincenzo e isso me irritou profundamente. Era visível que ela não lutava muito conta as ordens do ex-marido e essa dependência toda era meio enjoativa.

Vincenzo, como boa parte dos Sicilianos pelo mundo, é extremamente arrogante, quase um quadrupede, e mesmo sendo sensual, essa arrogância dele também era exagerada. E me irritou profundamente. Acho que as únicas cenas em que ele estava mais aceitável era quando interagia com seu filho.

Mas, fora os motivos de irritação, o final compensa. Mais uma vez o amor se mostra o maior poder do universo e eles formam mais uma família feliz para sempre. Sendo uma leitura bem rápida esse livro vale uma tarde chuvosa e preguiçosa e ajuda a curar algumas ressacas literárias.


0 comentários: