Sombra e Ossos

12:00 Mari Fernandes 1 Commentários




Título Original: Shadow and Bone
Nome da série: Trilogia Grisha
Autor: Leigh Bardugo
Tradutor: Eric Novello
ISBN: 978-85-8235-063-8
Gênero: Ficção, literatura jovem-adulto/adulto
Páginas: 288
Editora: Editora Gutenberg
Nota: 5/5
Estante: Skoob
Onde comprar: No estande da Nemo no Anime Friends (Campo de Marte em SP - até dia 21 de Julho em promoção) / Saraiva / Siciliano / Martins Fontes / Cia dos Livros / Submarino.




Hi Folks!

Sei o que devem estar pensando... "o que diabos você está fazendo resenhando livro? E por que a resenha de hoje não é de um filme? "... juro que não acontece de novo... foi tudo culpa deste bendito livro... eu não queria mas ele me obrigou <3!!!!

Recebi em mãos este livro em pleno Domingo de Anime Friends por volta das 15:00hs, li a sinopse e decidi começar a leitura ali mesmo, um erro fatal! Não consegui largá-lo até terminar as 8 da manhã de segunda feira e com tempo de sono... mas, vamos por partes:     
                           
Sinopse:
Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.


“Desculpe-me...
Desculpe-me por ter te deixado tanto tempo no escuro...” (pag 152)

Tão logo comecei já fui dragada para a casa do bom Duque Keramzin, um Lord importante, herói de guerra, que abrigava em sua moradia órfãos e viúvas atormentados pelos confrontos na região mas que não me foi apresentado em pessoa, Alina só me conta sobre o que falaram dele a ela. Alina? Quem é Alina?

Alina é personagem principal na trama, é através dos sentidos dela que vivi e entendi este mundo. Desde pequena sempre foi descrita como magrinha e fraca demais, quase uma ratinha, pálida e de cabelos sem brilho, só sabemos disso através dos comentários dos outros diretamente a ela, percepções e lembranças. Cresceu ao lado de seu melhor amigo, Maly, que também perdeu seus pais na guerra. Antes dele sua vidinha era solitária na casa do duque, as demais crianças a ignoravam e Ana Kuya, senhora responsável pela criação dos pequenos, não era nenhum primor nem exemplo de figura materna. Tudo eram risos entre ela e Maly, brincadeiras e peças de teatro improvisadas para o vento... até que os adultos de roupas coloridas, os Grishas, que os testam para descobrir se há magia em seus seres. Caso se confirmem Grishas são levados para treinamento nas artes da Pequena Ciência e engordarem as filas do Segundo Exercito.

Muito tempo se passa, a infância vai, a adolescência chega e estes dois continuam juntos. Foram testados e levados para prestar serviços no regimento do exército local, ela aproveitando a facilidade para desenho como cartógrafa, ele exercitando seu talento nato de rastrear e aprender trabalhos braçais como rastreador. Nos tempos difíceis de guerra na região é exatamente no medo da próxima missão que descobrimos o que será o grande problema a ser enfrentado, a Dobra das Sombras...

Mapa da região explorada no livro "Sombra e Ossos"

A "Dobra", ou "Não Mar", é esta fenda com criaturas monstruosas desenhadas dentro delas, mas não se engane, ela não é uma fenda no chão e nem é feita de água. Imagine uma faixa grossa de brumas, de névoa, mas não a que estamos acostumados na estrada, e sim uma névoa negra, ela não tem cheiro, ela não sufoca, mas ela cega, em pouco tempo dentro dela não é possível nem se ver a ponta do nariz, mas as criaturas dentro dela vêem... e vêem muito bem.

Atravessar a Dobra para Ravka Oeste é a missão que participamos com Alina e Maly. Estamos procurando por recursos que chegam dos outros continentes por mar mas que não conseguem passar pela Dobra e chegar até o resto de Ravka justamente pela névoa existir. Saímos com eles e o resto do regimento, e fomos atacados, sentimos em cada fio de cabelo o desespero de ouvir o grito de Maly depois de nos salvar, e somos cegados na ânsia de salvá-lo...

“somos diferentes um do outro. Terrivelmente, irrevogavelmente diferentes.” (pag 150)

... Em suma (antes que eu queira dar spoiler de tão empolgada que ainda estou com o livro) cheguei a ler parte da versão em inglês para ter certeza que os méritos não eram só do ótimo trabalho de tradução e revisão de texto da equipe da Gutemberg e me surpreendi ainda mais. A escritora de palavras fáceis e descrição fluída não deixa nada a desejar logo em seu livro de estréia, a leitura é toda formada por palavras simples e de fácil entendimento e só com isso Bardugo já cria um universo rico, detalhado e com personagens complexos que envolvem o leitor e nos faz reagir de maneira muito forte a todos os plots.

De caso pensado ela se utiliza de palavras russas ou provenientes de tal língua (por exemplo "Darkling" que significa "sombrio" e que faz muito sentido com o personagem charmoso e poderoso que é) como títulos e ordens de nobreza para que, o leitor aprenda aos poucos o que cada um destes "cargos" significam, junto com Alina, tornando ainda mais forte essa conexão.

Um enredo repleto de aventuras, com limites tendo que ser quebrados a todo momento, amigos que chegam e vão, enganos, nada e ninguém é o que parece e onde a clássica luta do bem contra o mal está imersa em tons de cinza até a luz pode ser engolida pela mortalha negra... e que venha SIEGE AND STORM! Gutemberg, pelo amor de todos os Santos solta logo o segundo livro, estou devorando a versão americana só na espera!!




Espero que tenham gostado e até a próxima, adivinha se não estou presa a esse livro mais do que chifres de Morozova a Alina? ;)







Um comentário:

  1. Oi! Gostei muito do seu blog/Site! Será que pode entrar em contato comigo? Muito muito muito legal! Gostei mesmo! Seu trabalho é realmente algo de se reconhecer! Vocês fazem projetos online também voltado ao seu público de leitores e leitoras? Tenho also interessante para falar com vocês que talvez gostem muito! Ajudo com a mídia no portal Melhor Amiga e meu email está vinculado aos comentário okay? Caso tenha interesse o projeto envolverá de 25 há 50 bloggers/vlogers femininas. Abraços! E ai, já planejou seu 2017?

    ResponderExcluir