Crônicas de Cavaleiros e Dragões – O Tesouro dos Nibelungos

21:37 Érica Guimarães 0 Commentários


Bonjour Anges!!

Hoje não vim lhe contar sobre mais uma leitura para a nossa “Pilha do Anjo” (apesar de ter começado e terminado de ler dois livros hoje). Não, hoje não vim falar de livros, apesar de ter um no meio – como sempre -, mas vim falar sobre outra forma de arte da qual sou extremamente apaixonada: teatro.


Bem, comecemos pelo inicio, como é devido. Hoje teria um evento literário organizado pelo Guilherme Cepeda para falar um pouco sobre a série “As Peças Infernais” da autora Cassandra Clare. E assim, a Josy e eu nos encontramos e seguíamos o local do evento. Mas, por sorte, ou dedo do destino talvez, fomos dar uma olhada no evento do Facebook para confirmar o endereço e acabamos por descobrir que o evento foi adiado. Bem, vocês podem muito bem imaginar nossa situação, não é mesmo? Afinal, você se programa para fazer algo e de repente se vê sem opções. E isso para uma virginiana foi um golpe duro (se duvidarem, perguntem para a Josy).

Sério, até conseguirmos mudar o caminho e começar a voltar o caminho percorrido o desespero foi gigante (pela minha parte, já que a Josy só ri da desgraça alheia). Chegamos até a mandar alguns SMS para a Milena, pra ela poder rir com a gente da desgraça. E assim, por falta de opções acabamos ir dar uma volta na Paulista.

Por conta da minha tara por romances da Harlequin e por ter uma banca de jornal, que fica ao lado do Masp, que às vezes faz promoção em que esse livros estão apenas R$ 1,00 decidimos descer na estação Trianon-Masp. E assim que saímos na rua demos de cara com o SESI-SP, e foi ai que me ocorreu uma ideia.

Há duas semanas, Milena, Dani, Josy e eu tínhamos combinado de ir ao SESI-SI assistir uma peça de teatro, mas quando chegamos já não tinha ingressos, apesar de ainda ser cedo. Então, hoje, sem muita esperança, fomos até a bilheteria e qual foi a nossa surpresa quando conseguimos ingressos para ótimos lugares para a peça que não conseguimos ver semanas antes.

Sim, a peça em questão é a “Crônicas de Cavaleiros e Dragões – O Tesouro dos Nibelungos”, que é uma adaptação do livro “A Saga de Siegfried – O Tesouro dos Nibelungos” feita por Tatiana Belinky. Foi a primeira vez que tanto a Josy como eu fomos ver algo no SESI-SP e começamos por nos perder. Quando enfim achamos onde ficava o teatro, descobrimos que nossos lugares ficavam na segunda fileira, com uma ótima visão do palco. Só por ter algum programa para esse domingão eu já estava feliz, mas ao ver todas essas regalias surtei ainda mais feliz.

A peça conta a história de Siegfried que é um príncipe que não aceita a vida pacata da corte e decide partir pelo mundo em busca de aventuras e conquistas. Na trajetória para se tornar herói, o jovem encontra um anão ferreiro que lhe dá de presente um anel por Siegfried ter matado um dragão. Ao perceber que este não era o monstro que guardava o Tesouro dos Nibelungos, o anão lança uma maldição para o novo portador do anel. A partir de então, Siegfried envolve-se em uma série de aventuras fantásticas: doma cavalos selvagens, desperta uma princesa adormecida por um sono enfeitiçado e elimina o dragão guardião do Tesouro dos Nibelungos, além de vencer batalhas para conquistar sua amada, até despertar a fúria de vilões.

Gente, a peça é incrível. Tem muitos efeitos de luz e a sonoplastia é fantástica. Há bonecos muito realistas, e o cenário é simples, mas planejado de um jeito que deixa a história ainda mais dinâmica. O figurino era bem pratico e o mais legal foi ver como era adaptável para os vários personagens dependendo da cena. E a maquiagem era bem exótica, fazendo lembrar a dos palhaços.

Os 90 minutos passam tão rápidos que nem sentimos. Com muitas cenas cômicas e alusões leve à violência essa peça fez com que todos os que assistiam interagissem às piadas e deixas. E algumas coisas PRECISAM ser destacadas, como os anões que lembram muito aos apresentados no filme O Senhor dos Anéis, as cenas com eles faziam a plateias quase chorar de rir. O padre que aparece na história e quase exorciza outra personagem me fez engasgar de rir também.

Foi um ótimo programa de domingo. Risos garantidos e a sensação de leveza depois de ver uma boa peça de teatro. Super recomendo. De verdade. Pois, acredito que ainda não comentei que essa maravilha toda tem a entrada gratuita. Isso mesmo, não é cobrado nada.

E olha só um vídeo que fala um pouquinho sobre esse trabalho fantástico:



Essa peça estará em cartaz até o dia 30 de junho. Quartas às 11h, sábados e domingos às 16h. O Teatro SESI-SI fica na Avenida Paulista, 1313. E para informações vocês podem acessar www.sesisp.org.br/cultura ou pelo telefone (11) 3146-7405 / 3146-7406.


0 comentários: