A Maldição do Tigre

09:00 Milena Cherubim 2 Commentários



Título Original: Tiger’s Curse
Autor: Colleen Houck
Tradutor: Raquel Zampil
ISBN: 978-85-8041-026-6
Gênero: Ficção – Literatura norte americana
Páginas: 344
Editora: Arqueiro
Nota: 4/5
Estante: Skoob





Sinopse:Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.




Comentários:
Parem as prensas! Depois de dois anos li o livro que ganhei do Rafa, do Livros Entre Amigos, e claro que me apaixonei perdidamente. Como não se apaixonar pelo tigre branco de olhos azuis profundos... Ai... ai...
Kelsey ficou órfã e foi morar com a família vizinha que eram amigos de seus pais. Mesmo conhecendo desde criança, não eram os pais que ela estava acostumada pela vida toda, mas eles eram amáveis, protetores e sempre carinhosos como se ela realmente fosse da família. Não que isso era importante, pois em menos de 1 mês ela completaria 18 anos e seria adulta. Contudo Kelsey amava a família adotiva.
Como é muito comum nos EUA os adolescentes procuram empregos no verão para tirar uma verba e com ela não foi diferente. Quando chegou ao local colocaram ela para trabalhar no circo. Ela até que gostou da ideia e lá foi a menina para a tenta.
Quando criança fui muito ao circo e adorava ver os animais. Hoje não existem mais circos bons e animais só no zoo. Nunca vi de perto um tigre. Acho que morreria de medo, sim sou medrosa, mas essa personagem estava predestinada a conhecer o tigre e ama-lo... é foi paixão a primeira vista. Quando o tigre, Dhiren, a olhou no picadeiro ficou hipnotizado e ela a ele.

– Este tigre é um dos predadores mais perigosos do mundo inteiro! – afirmou ele. – Observem com atenção nosso domador arriscar a sua vida para lhes trazer... Dhiren! (pág. 26)

Me arrepiei quando o Sr. Maurizio anunciou a entrada do tigre no picadeiro, eu sempre me imagino nas cenas quando leio. O autor quando é bom, pra mim, consegue me levar ao mundo que está sendo trabalhado e lá me vi no circo, olhando atentamente a cena.
Como é bom voltar a infância ao relembrar dos dias de alegria no circo. Sei que alguns maltratavam animais, tive a sorte de ir a dois que nos deixaram entrar em ver como era a vida deles. Foi incrível.
Agora sempre que leio fico de olho na culinária hehe. Isso mesmo. Para quem não viu o Bookaholic da Priscila tem uma coluna do Caio o Cook a Book onde ele prepara as receitas que tem nos livros que lemos. Portanto estou separando várias hehe. Aqui vou colocar duas, quem sabe não aparecem no vídeo!

– Hoje o almoço é linguado com crosta de avelã, aspargos na manteiga, purê de batata com alho e torta de limão para a sobremesa. O que gostariam de beber? (pág. 62)
Nilima nos serviu peito de frango recheado com abobrinha grelhada e uma salada. Eu me sentia bem comendo mais legumes e verduras, até que ela trouxe petits gateaux de sobremesa; (pág. 64)

É... com a passagem do Oregon para a Índia, Kelsey teve que se alimentar de muitas outras coisas que não conhecia. Hummm acho que não contei que ela vai pra Índia né? Ok, erro meu. Kelsey se sentiu muito próxima do tigre, até fez carinho em sua pata. Ela até leu para ele. Shakespeare, poesia, contou sobre ela... e no ápice ela disse “Queria que você fosse livre.” E foi aí que tudo começou.
O tigre na verdade é um homem que sofreu uma maldição. Kelsey foi descobrindo aos poucos e ela já gostava tanto de Ren que resolveu que ajudaria. Até eu iria, sério. Bom, a menina teve que se virar nos 30 para poder cumprir partes da quebra da maldição e para saber mais tem que ler. Não vou contar nada a não ser que o irmão de Ren, Kishan também é um tigre só que negro e também precisa da ajuda dela e já vi que esse será um triangulo amoroso.
Só espero que Colleen não me decepcione, pois a história tem tudo para ser maravilhosa. Os cenários são ricos, as lembranças me deixam com vontade de ir ver com meus próprios olhos que ainda resta. A culinária me deixa com água na boca. E claro... o amor de Ren me faz suspirar. Dimka eu te amo, mas acho que vou ter que te dividir com o Ren. Ele está ganhando meu coração.











2 comentários:

  1. Oi Mi, também adorei o livro! Sempre fui apaixonada por tudo da Índia (espero que apareça um elefante em algum dos livros). O livro encanta começando pela capa, pela história, a única coisa que me irrita um pouco é a insegurança da Kelsey (mas beleza, romance adolescente a gente acaba perdoando), principalmente o final meio surreal (casa, comida e roupa lavada).
    Bem, tirando essa parte da fantasia, recomendo o livro.

    ResponderExcluir
  2. SIM!!! Quero ler logo o segundo hihihi

    ResponderExcluir