Heinrich Böll - O Anjo Silencioso



Hi Angels! Como vocês estão? 


Eu estou lendo pouco e resenhando quase nada rs. Mas é porque chega em uma determinada idade e você cansa. Cansa de fazer as coisas por obrigação. Eu criei o blog para a faculdade e continuei com ele como hobby, o Memories ganhou um espaço tão grande na minha vida que me esqueci de vários outros aspectos. Contudo, jamais irei abandonar. Ele é minha válvula de escape hehe E aqui estou. Bem, vamos ao que interessa?

Comprei este livro na Feira da UNESP aqui em São Paulo e não conhecia nem a editora nem o autor, mas eu AMO tudo que tem anjo, quando vi esse título, essa capa… não pensei duas vezes. Nem vi a sinopse. Já comprei. 




Qual a história?


Heinrich Böll nos traz um pós guerra. Uma Alemanha decadente. Onde os sobreviventes só esperam a morte. Não existe comida, emprego, moradia e muito menos esperança.

O personagem principal desta história não é o soldado que retorna para casa após enfrentar mil batalhas. o personagem principal aqui é a fome. Como você terá esperança com a barriga vazia? Como conseguirá seguir em frente sabendo que não tem mais casa e nem emprego? Dinheiro para se alimentar mal? 


No livro acompanhamos a história de Hans iniciando no dia 8 de maio no hospital convento, com ele indo atrás de uma mulher. Não sabemos quem é esta mulher misteriosa. Com o tempo iremos descobrir.




O autor nos transporta para uma Alemanha na hora zero. Com um soldado que iria ser fuzilado por algum crime que cometeu, mas por um capricho do destino ele é salvo para “viver”. Mas como viver deste modo?

Cada ação que Hans toma leva ele a uma direção. Ele conhece um médico no hospital que o auxilia em documentos, pois teoricamente ele morreu fuzilado. Conheceu a mulher que ele precisava entregar um documento. Conheceu uma mulher que foi devolver o casaco dela e se aproximou. Conheceu um padre. Reconheceu um ex-cliente da livraria, um advogado asqueroso. O que todos têm em comum? Eles se conectam de alguma forma.

Hans para sobreviver consegue surrupiar alguns briquetes de carvão, com isso ele conquista alguns amigos e por consequência consegue comida, cigarro, vinho, sabonete… 



As impressões que o livro me trouxe


Todas as sensações que os personagens estavam sentindo ficou intrincadas em mim. Frio, fome, desespero, falta de esperança, falta de caridade… Contudo o livro te traz um sentimento muito bom, o amor. Como no meio de muita merda pode se encontrar o amor, sendo um sentimento tão poderoso, como se livrar de todo o resto? Só o amor salva?

Este livro foi escrito há muito tempo atrás e deixado na gaveta por mais tantos outros. Ele é meio confuso, por isso é necessário muita atenção para não perder nenhum detalhe. 

Este é o Rony meu garoto propaganda hehe



SERVIÇO:

Título: Der Engel schwieg

Autor: Heinrich Böll

Tradutor: Karola Zimber

ISBN: 85-7448-090-8

Assunto: Literatura alemã

Páginas: 202

Editora: Estação Liberdade

Nota: 5/5

Estante: Skoob

Sinopse: Primeiro romance de Heinrich Böll, O anjo silencioso foi concluído em 1950, mas, por razões biográficas e econômicas, mesmo na Alemanha só veio a público em edição póstuma, de 1992, quando o autor completaria 75 anos.
A história do regresso do soldado Hans a sua cidade em ruínas, ao fim da Segunda Guerra Mundial; seu encontro com Regina e o amor que nasce entre ambos, com momentos de lirismo e candura hoje raros; a trama de herança em que se vêem indiretamente envolvidos, sinal da perpetuação de estruturas de poder vigentes na Alemanha hitlerista; a presença do intelectual católico Dr. Fischer, como antagonista patético mas decisivamente perigoso; o encontro de Hans com a solidariedade espontânea e firme do capelão em uma pequena igreja em ruínas; o simbólico encontro com a estátua de um anjo caído, que afundará na lama sob o peso da arrogância intelectual e da avidez por dinheiro, eis aí os elementos que servem de material à composição de um texto envolvente e profundamente humano.
Böll e seus contemporâneos, como bem revela O anjo silencioso, constituíram uma geração de homens e mulheres marcados de forma irremediável pela Segunda Grande Guerra. Suas vivências, após o fim do conflito, em 1945, foram transformadas pela miséria material, pela submissão à presença maciça de exércitos estrangeiros, pela descoberta da inconsistência e absurdo das crenças políticas do passado e pelo pasmo diante das atrocidades cometidas durante a guerra (para alguns até então desconhecidas).

[Filme] Vingadores: Guerra Infinita




Olá pessoal!


Finalmente estreou o filme mais aguardado da última década (pois sim, a Marvel interligou todos os filmes nos últimos dez anos para esse momento), Guerra Infinita!!!!!!


Olha o Thanos (Josh Brolin) aí geeente!!!


Para quem não assistiu Thor Ragnarok, talvez não tenha entendido o início do filme, uma nave cheia de asgardianos mortos, por Thanos e seus "filhos" (lembrando que os poucos dos que sobraram estavam naquela nave, pois não resta mais nada de Asgard).


E Thanos quer o quê? A bendita Joia do Infinito: Tesseract (a joia do espaço), que estava em Asgard, mas se Asgard não existe mais, por que Thanos iria atrás da nave dos asgardianos?

Thor, Petter, Groot, Gamora e Mantis


Hulk (Mark Rufalo), que estava na nave dos asgardianos, é enviado de volta ao nosso planetinha para avisar que Thanos está vindo buscar as duas jóias que aqui estão (Joia da Mente que está com o Visão e a Joia do Tempo que está com o Dr. Estranho). Dr. Estranho (Benedict) que entende e tenta ajudar nosso Gigante Esmeralda e vão atrás do Tony (Robert Downey Jr.)

O filme acaba tendo uma conexão com os outros, e misturando quase todos os personagens, tudo para tentarem deter o Titã louco, mais conhecido como Thanos.

Como podem reparar algo acontece em Wakanda (país do Pantera Negra, interpretado por Chadwick Boseman).





Eu gostei muito desse filme e minhas expectativas foram superadas, ainda bem, afinal, foi muito dinheiro e muito tempo investido para esse "final" épico"""

Isso sem contar com aquela última cena pós crédito que me fez dar pulinhos no cinema :)





Serviço:

Título Brasil: Vingadores Guerra Infinita
Título Original: Avengers Infinity War
Ano: 2018
DireçãoAnthony Russo e Joe Russo
ElencoRobert Downey Jr., Chris Pratt, Benedict, Chris Evans, Cumberbatch, Scarlett Johansson, Chris Hemsworth, Tom Holland, Josh Brolin, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Sebastian Stan, Tom Hiddleston, Mark Ruffalo, Chadwick Boseman, Anthony Mackie, Dave bautista, Karen Gillan, Zoë Saldaña, Pom Klementieff, Don Cheadle, Danai Gurira...
Duração: 2h40min
Gênero: Ação, Aventura
Classificação indicativa: 14 anos
Nota: 5/5


[Série] The Shannara Chronicles - 1ª temporada



Hey Angels!

Quanto tempo não é mesmo? Hoje trago pra vocês um pouquinho das minhas impressões sobre a 1ª temporada de The Shannara Chronicles uma série da MTV baseada nos livros de Terry Brooks "As Crônicas de Shannara" publicado pela Editora Arqueiro.

Ainda não li os livros, mas como está disponível a primeira temporada no Netflix, acabei assistindo. Infelizmente ela foi cancelada após o término da segunda temporada (ainda não tem na Netflix... POXA NETFLIX traz logo né!)

A primeira temporada nos apresenta os três personagens principais e suas castas. Elfos, Shannara, Druida e Humano que se juntarão para trazer a semente até Ellcrys, a árvore da morte que é também uma prisão. 

Eretria, a humana. Will o híbrido de elfo/humano que é um Shannara e Amberle, a princesa elfa. 

O que são esses três... Primeiro uma confissão eu achei que o Will fosse aquele ator de Glee, mas não é não rs Só são muito parecidos hahaha

A Eretria é a menininha Ofélia de "O Labirinto do Fauno", eu AMO aquele filme. 

Agora falando sério... Esses três passam por cada perrengue que olha... eu ficava puta. Tem um triângulo amoroso, por que né... tudo tem que ter um drama nessa vida affff Masssss vamos que vamos. Isso não atrapalha a história. E que enredo minha gente. 

Olha a sinopse 


A história contada em The Shannara Chronicles se passa milhares de anos no futuro, num momento em que a tecnologia já não existe e em que a prática de magia ressurgiu no mundo e posteriormente desapareceu novamente. Elfos conduzem a sociedade enquanto humanos são considerados uma sub-espécie. Após centenas de anos de paz e calmaria, um exército de demônios ameaça escapar da prisão, conhecida como Ellcrys, uma árvore da morte, e consequentemente promover uma guerra apocalíptica. Três heróis serão responsáveis por embarcar numa perigosa missão para restaurar a ordem nas Quatro Terras e conseguir apoio para vencer os demônios. São eles: Amberle, uma princesa élfica, Will, um híbrido de elfo e humano, e a humana Eretria

Uma distopia que você pensa que aconteceu há milhares de anos antes, mas NÃO! Aparecem vários elementos da nossa época. E você começa a imaginar E SE... 

O primeiro episódio já mostra uma Amberle que quer lutar por Ellcrys, mas seus parentes não gostam muito disso, só que a princesa vai. E vence a corrida. Ellcrys a chama desde menininha e Amberle sabe que ela pode e vai conseguir salvar a árvore. Will está ali porque é um Shannara, ele consegue retirar o poder das pedras élficas e Ellcrys precisa dele também. 

Sim, Ellcrys está morrendo. A cada folha que cai, um demônio retorna a Terra. E depende dela conseguir. Só que nada é tão simples... Várias mortes ocorrem no castelo. Fora que alguns personagens retornam e um deles é...

SIM minha gente... ele mesmo Slade Wilson... ops não... Manu Bennet heheh

Manu está nesta série como um druida chamado Allanon, gente não consigo vê-lo sem ser o Slade haha Mas esse ator é muito bom. Fico com muita raiva dele aqui, mas ele sabe o que faz. 


Os personagens são tão complexos, seus desejos, seus sonhos, sua força... você nem imagina que são adolescentes. Os três são órfãos. De todos, Amberle é a única que ainda tem uma família, pois seu avô e seus tios ainda são vivos. 

Esse trio está pronto para o que acontece com eles? Não mesmo. A busca por uma semente que irá restaurar os poderes da Ellcrys. A corrida desvairada por lugares jamais conhecidos por eles. Quase morte em todos os episódios. Abandono. Escolhas. Amor. Tudo isso junto e misturado. Obrigada Terry Brooks por me deixar muito muito curiosa com seus livros. 

E vamos para a segunda temporada saber o que acontece com eles.




SERVIÇO:

NOTA: 5/5